crucified barbara

mulheres no rock'n'roll: postagens relacionadas
chrissie hynde = the pretenders
dolores o'riordan = the cranberries
doro pesch = warlock
girlschool
imelda may
janis joplin
joan jett | lita ford = the runaways
siouxsie and the banshees
wendy o williams = plasmatics

Considerada como uma das mais importantes bandas do rock feminino europeu da atualidade, a banda sueca ‘Crucified Barbara’ mostra seu hard rock com influências do punk e do metal. Na formação da banda, as belas Mia Coldheart, voz e guitarra; Klara Force na guitarra; Ida Evileye no baixo; e Nicki Wicked na bateria. Formada em 1998, a banda despontou na Europa somente em 2005. A maioria dos críticos e fãs do hard rock praticamente ignorou a banda, com nome esquisito deveria ser mais uma banda de garotas que aparece por aí. As suecas provaram o contrário, em especial nas performance de palco. A maior revelação em shows e festivais. A trajetória e o sucesso deu às meninas suecas turnês com bandas mais conhecidas como Motörhead, In Flames, Sepultura e Backyard Babies. ‘Crucified Barbara’ começou como uma banda de punk rock, mas rapidamente mudou o seu estilo para heavy metal. Em 2003, assinaram com a ‘GMR Music Group’ de Estocolmo e as gravações tiveram lugar em Kristianopel, Suécia, com o produtor-engenheiro Mankan Sedenberg durante a primavera de 2004. E o hit da estréia do primeiro álbum foi ‘Losing the Game’ que foi direto para o #8 nas paradas de música sueca.

O som de ‘Crucified Barbara’ ao invés do metal gótico, estilo adotado pela maioria das bandas formadas por mulheres, é um autêntico hard rock com heavy metal e punk também. Quando começaram a tocar, foram influenciadas pelo punk e pelo grunge, era o que ouviam naquele tempo. Ao longo da carreira foram se tornando melhores musicistas e perceberam que o interesse estava indo para uma direção musical mais pesada e elaborada. Mantiveram a energia do punk e misturaram com hard rock, o som atual da banda. O nome da banda veio quando duas delas estavam no 'Roskilde Festival' na Dinamarca há alguns anos atrás. Viram uma boneca inflável e Barbara era o nome da boneca inflável na Suécia. Sendo assim, pensaram que poderia ser um bom titulo para uma música, mas acabou se tornando o nome da banda. Quando ‘In Distortion We Trust’ foi lançado em 2005, a maioria das críticas foi positiva, tanto na Suécia quando nos outros países europeus. Muitos críticos deram pontuação máxima ao álbum pela autenticidade da música. No dia 15 de novembro elas estiveram no ‘Inferno Club’ na famosa e outrora badalada Rua Augusta, em São Paulo.


Nicki Wicked (bateria), Ida Evileye (baixo), Mia Coldheart (guitarra e vocal), Klara Force (guitarra)


        

In Distortion We Trust (2005)    |    'Till Death do us Party (2009)    |    The Midnight Chase (2012)

In Distortion We Trust
01. Play Me Hard 02. In Distortion We Trust 03. Losing The Game 04. Motorfucker 05. I Need A Cowboy From Hell 06. My Heart Is Black 07. Hide ‘Em All 08. Going Down 09. I Wet Myself 10. Rock’n’Roll Bachelor 11. Bad Hangover 12. Killed By Death (bonus track Motörhead Cover) 13. Shout it out loud (bonus track Kiss Cover)

'Till Death do us Party
01. Killer On His Knees 02. Pain & Pleasure 03. Sex Action 04. Creatures 05. Jennyfer 06. Dark Side 07. Can't Handle Love 08. Blackened Bones 09. Danger Danger 10. Rats 11. Feels Like Death

The Midnight Chase
01. The Crucifier 02. Shut Your Mouth 03. Into the Fire 04. Rules and Bones 05. Everything We Need 06. If I Hide 07. Rock Me Like the Devil 08. Kid From the Upperclass 09. The Midnight Chase 10. Count Me In 11. Rise and Shine

barbara - rock me like the devil 



2 comentários:

Anônimo disse...

Merci pour la découverte
Philippe

mara* disse...

Oui Philippe, c'était une grande découverte. Restez surprise aussi. Merci de visiter mon blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...