hubert laws

hubert lawsO flautista Hubert Laws é um dos nomes importantes do jazz moderno. Internacionalmente renomado é um dos poucos artistas clássicos que já dominou jazz, pop e rhythm & blues. Texano de Houston, o segundo de oito filhos é como tantos outros jazzistas, de uma família musical: seu avô tocava gaita, sua mãe Miola, tocava música gospel no piano, suas irmãs Eloise e Debra são vocalistas e seu irmão Ronnie já ganhou diversos prêmios tocando sax e flauta. Hubert Laws começou aprendendo piano, depois mellophone, e mais tarde passou para o sax alto. Na época era influenciado pelos primeiros músicos bebop, e pela chamada cool school, ouvia muito Stan Getz e muito pouco, Charlie 'Bird'Parker, que mais tarde, tornou-se uma influência muito importante no desenvolvimento de seu estilo. Sua aproximação com a flauta aconteceu na escola, em um arranjo feito para um grupo musical havia uma parte para flauta, como não havia ninguém para tocá-la, Hubert apresentou-se. Desenvolvendo um estilo de jazz, Hubert Laws fez parte de um grupo de adolescentes liderado pelo baterista Stix Hooper, incluindo também, o pianista Joe Sample, o trombonista Wayne Henderson e o sax-tenor de Wilton Felder. Esse grupo teve diversos nomes: Swingsters, Modern Jazz Sextet, Nite Hawks.

ronnie lawsNos dois anos seguintes estudou no ‘Texas Southern University’, onde se interessou em tocar a flauta como os músicos clássicos o faziam. Aos 17 anos, era solista em uma apresentação da ‘Houston Symphony Young’. Em 58 veio para Los Angeles, permanecendo com Stix Hooper por mais três anos. Ganhou uma bolsa de estudos, por um ano, para estudar na ‘Julliard School’, de Nova Iorque. Seu aproveitamento foi tão grande que ganhou duas bolsas, para dois anos adicionais, período em que estudou com o eminente flautista Julius Baker e tocou no ‘Berkshire Festival Orchestra’, integrou o ‘Thrid Stream’, conhecido como ‘Orchestra U.S.A.’ dirigida por John Lewis, participou em diversas gravações e trabalhou com Mongo Santamaria, em night clubes e filmes, período em que começou a se interessar pelo jazz. Essa combinação de treinamento clássico, harmonia e a experiência do jazz resultou no singular talento que é Hubert Laws. Atuou como solista da Filarmônica de Nova York sob a batuta de Zubin Mehta, e com as orquestras de Los Angeles, Dallas, Chicago, Cleveland, Amsterdam, Japão, Detroit e com o Quarteto de Cordas de Stanford. Ele tem dado concertos anuais no Carnegie Hall, e tem realizado espetáculos no 'Hollywood Bowl' com o colega flautista Jean-Pierre Rampal.

hubert laws - The Java Jazz Festival 2010

The Java Jazz Festival (2010)

Suas gravações já ganharam três indicações ao Grammy e esteve envolvido em projetos originais, colaborando em trilhas sonoras e gravando com artistas como Quincy Jones, Miles Davis, Herbie Hancock, Chick Corea, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughn, Freddie Hubbard, Paul McCartney, Paul Simon, Aretha Franklin , Lena Horne, Sergio Mendes, Bob James, Carly Simon, Clark Terry, Leonard Bernstein e Filarmônica de Nova York. Além disso, mantém sua própria editora e produtora para produzir seus próprios álbuns e de artistas promissores.

hubert laws - undecided


Hubert Laws é um virtuoso da flauta com o talento para tocar qualquer estilo de música, e aqui está o seu melhor jazz. Ele começou a sua carreira solo com dois álbuns pouco conhecidos, este foi o primeiro e contém uma combinação de jazz registrado pelo pianista Armando Corea, antes dele se tornar conhecido como Chick, o baixista Richard Davis e Jimmy Cobb ou Bobby Thomas na bateria. Hubert Laws ajudou a resgatar a flauta e usou sua vasta formação clássica para estabelecer um padrão adequado de musicalidade e técnica no jazz.

hubert laws - the laws of jazz (1966)

The Laws of Jazz (1966)

Tracklist
01. Miss Thing 02. All soul 03. Black eyed peas and rice 04. Bessie's blues 05. And don't you forget it 06. Bimbe blue 07. Capers 08. Bloodshot 09. Miedo 10. Mean Lene 11. No you'd better not 12. Let her go 13. Strange girl 14. Baila Cinderella

‘Wild Flower’ é o melhor registro de flauta, Hubert Laws está impecável como de costume, mas o registro realmente pertence ao arranjador John Murtaugh. Os arranjos são incríveis como são os solos de flauta. Cada composição tem a sua própria identidade e sentimento. Juntas há variedade e equilíbrio. Os arranjos e os solos se misturam com perfeição. O som de cordas é magnífico, o violino exuberante, os violoncelos são notáveis. ‘Yorubá’ é a única sem cordas, substituídas pelos percussionistas e inclui um dueto entre Hubert Laws e o pianista Chick Corea.

hubert laws - wild flower (1972)

Wild Flowers (1972)

Tracklist
01. Wild Flower 02. Pensativa 03. Equinox 04. Ashanti 05. Motherless child 06. Yoruba

Reproduzindo dois dos melhores momentos do concerto no ‘Carnegie Hall’, em Nova Iorque, este álbum gravado ao vivo é realmente uma confirmação de toda a extraordinária criatividade que faz Hubert Laws ser admirado como um dos grandes instrumentistas contemporâneos. 'Windows' de Chirck Corea e 'Fire And Rain' conhecida composição de James Taylor em faixa única e 'Passacaglia In C Menor' de Bach, em improvisações e recriações do jazz à música clássica por um genial artista e com a colaboração de Bob James (piano elétrico), Gene Bertoncini (guitarra), Ron Carter (baixo), Freddie Waits (bateria) e Dave Friedman (vibrafone).

hubert laws - carnegie hall (1973)

Carnegie Hall (1973)

Tracklist
01. Windows/Fire And Rain (Medley) 02. Passacaglia in C Minor

Neste álbum Hubert Laws é acompanhado de Clare Fischer (piano), Bob James (piano), Richard Tee (órgão), Ron Carter (baixo), Steve Gadd (tambores), Airto Moreira (percussão), Gene Bertoncini (guitarra) e seu irmão Ronnie Laws (saxofone tenor). O repertório inclui principalmente adaptações de Eric Satie a John Coltrane, com apenas uma música, ‘Mean Lene’, escrita por Hubert. Os músicos são todos os tops em seus instrumentos e as atuações são simplesmente brilhantes.

hubert laws - in the beginning (1974)

In the Beginning (1974)

Tracklist
01. In The Beginning 02. Restoration 03. Gymnopedie #1 04. Come Ye Disconsolate 05. Airegin 5 06. Moment's Notice 07. Reconciliation 08. Mean Lene

Uma obra-prima do jazz funk, com Andy Newmark na bateria, Ralph MacDonald na percussão, o baixo funky com Gary King, Bob James nos teclados e na flauta cool e sofisticada o próprio Hubert Laws que move-se livremente entre jazz, funk e música de concerto de Debussy, Bach, Stravinsky e Faure, além de Ravel e Tchaikovsky. O desempenho de ‘Romeu e Julieta’ na adaptação livre de Hubert Laws é surpreendente. Para quem é fã de jazz e nunca ouviu falar desta famosa obra de Tchaikovsky, excepcional é o melhor adjetivo para descrever essa interpretação.

hubert laws - romeo & juliet (1976)

Romeo & Juliet (1976)

Tracklist
01. Undecided 02. Tryin' to Get the Feeling Again 03. Forlane 04. Romeo and Juliet 05. What Are We Gonna Do? 06. Guatemala Connection

Hubert Laws numa combinação fantástica com o guitarrista Jim Hall e o trompetista Chet Baker em uma seção rítmica de jazz em ‘Django’ e ‘All Blues’ e nas peças inusitadas ‘Malagueña’ e ‘Swan lake’. A entrada de Chet Baker em ‘Swan lake’ é simplesmente sublime. Os músicos deste álbum são todos mestres, improvisando com incrível sensibilidade e claramente motivados por um profundo respeito por cada um dos outros músicos.

hubert laws - studio trieste (1982)

Studio Trieste (1982)

Tracklist
01. Swan lake (Tchaikowsky) 02. All blues (Miles Davis) 03. Malagueña (Ernesto Lecuona) 04. Django (John Lewis)

Voltando ao jazz com gravações clássicas, Hubert Laws gravou ‘Moondance’, um álbum de groove e jazz suaves cujos percussores foram George Benson, Stanley Turrentine, Freddie Hubbard entre outros. ‘Moondance’ é um passeio de Hubert Laws aos sons gloriosos dos anos 70 com a colaboração de Chris Botti no trompete, Jeff Lorber no piano assim como Herbie Hancock.

hubert laws - moondance (2004)

Moondance (2004)

Tracklist
01. Moondance 02. Bloodshot 03. Stay with me 04. Summer of '75 05. Stinky 06. Nighttime daydream 07. Malibu 08. Love you tonight 09. Clarita 10. Kiss

6 comentários:

carol sakurá disse...

Lindo de morrer!
Adorei seu selo do desenvolvimento sustentável!
Beijos!

Joel Silva disse...

Cara amiga, o link do "Carnigie Hall" está quebrado, pra variar eles deletaram o arquivo, bjus

mara* disse...

O link já foi corrigido amigo Joel...beijão.

fbarth disse...

Simplesmente genial. Mais um grande artista que eu conheço graças ao seu blog. Jazz moderno e inovador. Valeu mesmo. Para constar, o arquivo do Moondance está corrompido. A faixa 7 apresenta algum defeito.

mara* disse...

Problema resolvido Barth. Beijão.

fbarth disse...

Valeu Mara. Sempre atenciosa com quem escreve no blog. Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...