jimi hendrix

jimi hendrixAmplamente reconhecido como um dos músicos mais criativos e influentes do século XX, Jimi Hendrix foi pioneiro nas possibilidades explosivas da guitarra elétrica por sua potência sonora e pela capacidade de alteração eletrônica de seu timbre. Ajudou a desenvolver a técnica, até então indesejada, da microfonia e foi um dos músicos que popularizou o pedal wah-wah no rock popular. Por ser incapaz de ler ou escrever a música, o estilo inovador de Hendrix criou uma nova forma musical e sua notável ascensão na cena musical aconteceu em apenas quatro curtos anos. Canhoto, tocava uma guitarra para destros virada ao contrário, e a isso se deve parte do seu estilo único. Usou diversos modelos de guitarra que decorava com motivos psicodélicos, mas a sua guitarra preferida, e que será sempre associada a ele, era a Fender Stratocaster, ou 'Strat' que comprou em 1965, e usou-a quase constantemente durante o resto de sua vida. E assim, a sua linguagem musical continua ainda hoje, a influenciar uma série de músicos modernos.

Johnny Allen Hendrix nasceu em 1942, em Seattle, Washington, e mais tarde foi rebatizado como James Marshall por seu pai. Jovem ainda foi o responsável pela criação do seu irmão mais novo, Leon, profundamente afetado por problemas familiares, como o divórcio e a morte da mãe. Com a sua avó materna, Clarice Jeter, que tinha sangue cherokee, e por quem era afeiçoado, adquiriu um forte orgulho de seus ancestrais. Hendrix se interessou pela música, influenciado por praticamente todos os grandes artistas da época, do blues como BB King, Muddy Waters, Howlin’ Wolf, Buddy Holly e Robert Johnson. E pelo guitarrista de blues Elmore James, conhecido como o ‘rei da guitarra slide, e os de rhythm and blues e soul como Curtis Mayfield e Steve Cropper, assim como de alguns artistas do jazz moderno. Seu pai soube do interesse de Jimmy pela guitarra, quando o descobriu dedilhando uma vassoura como se estivesse tocando uma guitarra e então deu-lhe um ‘ukelele’, instrumento de 4 cordas, introduzido no Havaí pelos portugueses no século XVII. No verão de 1958, comprou de um amigo uma guitarra acústica de segunda mão. Pouco tempo depois, Jimmy se juntou à sua primeira banda, ‘The Velvetones’, ficando apenas por três meses quando saiu para perseguir seus próprios interesses. No verão seguinte, seu pai lhe comprou sua primeira guitarra, uma ‘Supro Ozark 1560S’ que Jimi usou quando entrou para o grupo ‘The Rocking Kings’.

jimi hendrix    jimi hendrix - 1967

Em 1961, Jimmy saiu de casa para se alistar no exército dos Estados Unidos e em 1962 ganhou o direito de usar o brasão da divisão de para-quedistas. Enquanto servia em Fort Campbell, Kentucky, Jimmy formou o ‘The King Casuals’ com o baixista Billy Cox. Em algumas versões biográficas, Jimmy foi dispensado do exército devido a um ferimento durante um salto de pára-quedas, em outras, afirma-se que não há nenhum registro médico sobre a sua dispensa. Uma terceira versão foi desmentida por Charles Cross, autor da biografia do líder do Nirvana, Kurt Cobain, publicando no seu livro ‘Room Full of Mirrors’, que Hendrix em uma visita ao serviço psiquiátrico, em Fort Campbell, mentiu ao alegar estar apaixonado por um dos seus colegas de agrupamento. Segundo o escritor, o que Hendrix queria era apenas escapar do exército para se dedicar à música. Se assim foi, por que mais tarde, Hendrix se alistou como voluntário para a guerra do Vietnã?

the king casuals - 1963    
The King Casuals (1963) e com Billy Cox (1968)

Quando dispensado do exército, Jimmy começou a trabalhar como músico de estúdio com o nome de Jimmy James e até o final de 1965, tocou com vários artistas de sucesso da época, incluindo Ike e Tina Turner e Sam Cooke. Sua primeira aparição destacada foi com ‘The Isley Brothers’ e tocou e gravou com a banda de Little Richard de 1964 a 1965. Separou-se de Little Richard para formar sua própria banda, ‘Jimmy James and The Blue Flames’. Ao longo de 1965 e início 1966, tocou em pequenos espaços de Greenwich Village, quando conheceu o baixista Chas Chandler da banda britânica ‘The Animals’ que ficou impressionado com a performance de Jimmy e retornou novamente em 1966 para assinar um acordo com Hendrix que teria de se mudar para Londres para formar uma nova banda. A primeira tarefa de Chandler foi mudar o nome de Hendrix para ‘Jimi’. Com o baterista Mitch Mitchell e o baixista Noel Redding, o recém-formado ‘Jimi Hendrix Experience’ rapidamente se tornou a sensação de Londres, no outono de 1966.

jimi hendrix in army - 1961    jimi hendrix experience - 1966
No exército (1961) e com Noel Redding e Mitch Mitchell (Jimi Hendrix Experience) (1966)

O primeiro single, ‘Hey Joe’, entrou para as paradas da Inglaterra no início de 1967. O single de estréia foi rapidamente seguido pelo lançamento do álbum completo ‘Are You Experienced’, uma compilação musical psicodélica com hinos de uma geração, que se transformou em um dos álbuns de rock mais populares de todos os tempos, uma mistura de baladas, pop-rock, psicodelia e blues. Embora Hendrix experimentasse um enorme sucesso na Grã-Bretanha, ele retornou aos Estados Unidos em 1967 e inflamou a multidão no ‘Monterey International Pop Festival’ com sua performance incendiária de ‘Wild Thing’, pondo fogo e quebrando sua guitarra, cena imortalizada pelo cineasta D.A. Pennebaker no filme ‘Monterey Pop’. E ‘The Jimi Hendrix Experience’ se tornou uma das mais populares e rentáveis bandas no mundo. Depois de ‘Are You Experienced’, foi gravado o álbum ‘Axis: Bold As Love’. Em 1968, Hendrix tinha tomado um maior controle sobre a sua música, e de volta aos EUA, construiu o seu próprio estúdio de gravação, o ‘Electric Lady Studios’ em Nova York, que se tornou a base para a gravação do ‘Eletric Ladyland’, terceiro e último álbum de estúdio da sua banda.

jimi hendrix - inglaterra    chas chandler, jimi hendrix and noel redding
Na Inglaterra e com Chas Chandler e Noel Redding

A construção do estúdio foi cheia de problemas e fizeram com que Chas Chandler pedisse demissão e vendesse sua parte no negócio a seu parceiro Mike Jefferey. Muitos críticos hoje crêem que Mike Jefferey teve uma influência negativa na vida e na carreira de Hendrix. Jefferey, que foi anteriormente empresário da banda 'The Animals', desviou boa parte do dinheiro que Hendrix ganhou durante a vida, depositando-o secretamente em contas no exterior. Também se crê que ele tinha fortes ligações com os serviços de inteligência e com a Máfia. Apesar dessas dificuldades na gravação do álbum ‘Eletric Ladyland’, diz-se que ele inspirou o som de Miles Davis em ‘Bitches Brew’. Ao longo de 1968, desavenças pessoais com Noel Redding, as turnês e trabalho de estúdio, combinadas com a influência das drogas, álcool e fadiga, tiveram seus efeitos sobre o grupo. Hendrix foi preso pela polícia de Estocolmo, após ter destruído completamente um quarto de hotel num ataque de fúria devido à embriaguez. Em 1969, ‘The Jimi Hendrix Experience’ foi extinta.

Entretanto, no verão deste mesmo ano, no ‘Woodstock Music & Art Fair’, conhecido informalmente como ‘Woodstock’ ou ‘Festival de Woodstock', Jimi juntou forças com um grupo eclético chamado ‘Gypsy Sun & Rainbows’ que reunia, além de Jimi Hendrix, o baterista da ex-Jimi Hendrix Experience, Mitch Mitchell, o baixista Billy Cox, o percussionista Juma Sultan e o percussionista e baterista Jerry Velez. No show, Hendrix estava, dizem, sob o efeito de uma dose potente de LSD tomada pouco antes de subir ao palco. O destaque em Woodstock foi a versão improvisada e distorcida de ‘Star Spangled Banner’, o hino nacional dos EUA, acompanhado de sons de guerra, como metralhadoras e bombas, produzidos por Hendrix em sua guitarra, o que levou o público encharcado de lama a um frenesi. Essa execução foi descrita por muitos como a declaração da inquietude de uma geração da sociedade americana, e por outros como uma gozação antiamericana.

Electric Lady Studios - 1970    jimi hendrix - woodstock
Em seu estúdio 'Electric Lady Studios' em 1970, poucos meses antes da sua morte, e em Woodstock

‘Gypsy Suns and Rainbows’ teve vida curta e o mesmo ano trouxe uma nova formação, com Jimi na guitarra, o seu antigo companheiro de exército Billy Cox no baixo e o baterista Buddy Miles da ‘The Electric Flag’, banda liderada pelo guitarrista Mike Bloomfield. Apresentando-se como ‘Band of Gypsys’, o trio lançou uma série de quatro memoráveis concertos de 1969 a 1970. Os destaques dessas apresentações foram compiladas e posteriormente lançadas no álbum ‘Band of Gypsys’ em 1970 e depois no ‘Hendrix: Live At The Fillmore East’em 1999. Jimi trouxe de volta o baterista Mitch Mitchell e junto com Billy Cox no baixo, esse novo trio, mais uma vez formou o ‘The Jimi Hendrix Experience’. No estúdio, gravaram várias músicas para um outro álbum, provisoriamente intitulado ‘First Rays Of The New Rising Sun’, que infelizmente não foi lançado devido à agitada agenda de turnês mundiais de Jimi e a sua trágica morte em 1970. Felizmente, as gravações foram finalmente publicadas, através do apoio de sua família e do estúdio do engenheiro Eddie Kramer em 1997. Antes da morte, Hendrix também iria começar um novo projeto, junto com o guitarrista e baixista Greg Lake, na época no ‘King Crimson’, e o tecladista Keith Emerson. A banda, que iria então ser formada pelos três, iria encorporar também Carl Palmer, como baterista, e se chamaria HELP (Hendrix, Emerson, Lake & Palmer). Infelizmente, Jimi morreu, mas o projeto seguiu, formando a banda de rock progressivo ‘Emerson, Lake & Palmer’, que produziu grandes sucessos.

'Band of Gypsies' - Buddy Miles, Jimi Hendrix and Billy Cox    Eric Burdon, John Mayall and Jimi Hendrix
Com Buddy Miles e Billy Cox (Band of Gypsies) e com Eric Burdon e John Mayall

Jimi Hendrix morreu em Londres em circunstâncias que nunca foram completamente explicadas. Havia passado parte da noite anterior numa festa, onde a amiga Monika Dannemann o pegou. Monika alegou em seu depoimento original que Hendrix teria tomado, sem que ela soubesse, nove comprimidos de um remédio para dormir que ela utilizava. De acordo com o médico que o atendeu inicialmente, Hendrix tinha se asfixiado em seu próprio vômito, composto principalmente de vinho tinto. De acordo com Monika, Hendrix ainda estava vivo quando o colocaram na ambulância. Declarações de policiais e paramédicos revelaram que não havia ninguém além de Hendrix no apartamento, e que não apenas ele estava morto há algum tempo quando chegaram à cena, mas também estava totalmente vestido. As letras de uma canção composta por Hendrix e encontradas no apartamento levaram Eric Burdon, vocalista e líder da banda ‘The Animals’, a fazer um anúncio prematuro no programa da BBC, de que Hendrix teria cometido suicídio. Depois de um processo por difamação movido em 1996, pela namorada inglesa de Hendrix, Kathy Etchingham, Monika Dannemann cometeu suicídio.

jimi hendrix & kathy etchingham    jimi hendrix & monika dannemann
Com a sua namorada oficial Kathy Etchingham e com Monika Dannemann

A partir de várias ‘demos’ gravadas ao longo de sua curta carreira, foram geradas incríveis coleções. A música de Jimi Hendrix abraçou as influências de blues, baladas, rock, R&B, jazz e uma variedade de estilos que continuam a fazer dele uma das figuras mais populares da história da música. O baterista Mitch Mitchell da lendária ‘Jimi Hendrix Experience’ continuou o projeto ‘Experience Hendrix’, e excursionou pelo mundo apresentando as músicas deste fabuloso guitarrista. Depois de uma dessas apresentações nos EUA, Mitchell foi encontrado morto em um hotel. O motivo da morte, aos 62 anos, foi de causas naturais. Com o seu falecimento foi declarado o fim absoluto do trio ‘Jimi Hendrix Experience’. O baixista que completava o trio, Noel Redding morreu em 2003.

Jimi Hendrix - 51st Anniversary: The Story Of Life - Volume 1

51st Anniversary: The Story Of Life (1993)
Volume 1
CD 1    CD 2

Tracklist: CD 1
01. Collage (songs & interviews) 02. Hey Joe 03. Jimi Interview 04. How Would You Feel 05. Love or Confusion06. Sgt Peppers Lonlely Heart Club Ban07. All Along The Watchtower 08. Little Wing 309. Electric Church Red House10. Spanish Castle Magic11. Hear My Train A Comin 12. Rock N Roll Band13. Stepping Stone (Band of Gypsies) 14. Gloria 15. My Dairy16. Utee17. The Burning Of The Midnight Lamp 18. Little Miss Lover19. Foxy Lady 20. Catfish Blues 21. Slow Walkin Talk

Tracklist: CD 2
01. Traffic Jam 02. Hey Baby Jam 03. Jazz Jam 04. Moonlight Jam 05. Studio Catastrophe 06. Valley Of Neptune (Take 2) 07. Rainy Day Super Jam 08. Nervous Breakdown 09. Captain Coconut And Cherokee Mist Jam MLK 10. Crash Landing

Jimi Hendrix - 51st Anniversary: The Story Of Life - Volume 2

Volume 2
CD 3    CD 4

Tracklist: CD 3
01. Lover Man 02. Voodoo Chile 03. Somewhere Over The Rainbow 04. Red House 05. Angel 06. 1983 07. First Jam

Tracklist: CD 4
01. 7 Dollars In My Pocket 02. Devil Jam (Winter Jam) 03. Lover Man 04. Midnight Lightning I 05. Further On Up The Road 06. The Things I Used To Do 07. One I Had A Woman 08. Machine Gun 09. Lord I Sing The Blues For Me And You 10. Country Blues 11. Stop

Jimi Hendrix - 51st Anniversary: The Story Of Life - Volume 3

Volume 3
CD 5    CD 6

Tracklist: CD 5
01. Midnight Lightning 02. Lower Alcatraz 03. There Goes Easy Rider and 7 Dollars In My Pocket 04. Heavy Rider Jam (Ezy Rider Jam) 05. Easy Blues 06. Gypsy Boy 07. Peace In Mississippi 08. Bluesiana Jam (BB King Slow Instrumental Jam)

Tracklist: CD 6
01. Two Guitar Jam 02. San Francisco Bay Blues Jam 03. Gypsy Eyes 04. Cherokee Mist05. The Street Thing 06. In From The Storm 07. Freedom 08. Somewhere Over The Rainbow II 09. Belly Button Window 10. Captain Coconut and Cherokee Mist 11. Rider Blues 12. Electric Ladyland Theme 13. Jazzy Jamming

Jimi Hendrix - 51st Anniversary: The Story Of Life - Volume 4

Volume 4
CD 7    CD 8

Tracklist: CD 7
01. She's So Fine 02. Axis Bold As Love 03. Exp 04. Up From The Skies 05. Love Jam (Jazz Jimi Jam) 06. Electric Ladyland Jam 07. Pass It On 08. Hey Baby (New Rising Sun) 09. Stone Free 10. Hey Joe 11. Freedom 12. Red House 13. Ezy Rider 14. New Rising Sun Theme (Instrumental)

Tracklist: CD 8
01. Fire 02. Getting My Heart Back Together Again 03. Spanish Castle Magic 04. Purple Haze 05. Tax Free 06. Message To Love 07. Red House 08. Voodoo Chile (Slight Return) 09. Machine Gun 10. Hey Baby (Land Of The New Rising Sun)

jimi hendrix - catfish blues



12 comentários:

Khalit Sabanur disse...

Menina Mara...

Ver as postagens do teu blog , é um colírio para os olhos


Beijos

mara* disse...

Seja bem-vinda novamente, senti falta das tuas atualizações...beijão.

Edison Junior disse...

Legal, Mara, mais um ótimo post e que ótima biogradia!

Let disse...

Jimi Hendrix é REI !!

Bela postagem !!

www.ai-podi.blogspot.com

beijos..

mara* disse...

Prefiro Jimmy Page...rs...Beijão Let.

Borboletas de Jade disse...

Jimi Hendrix é sem sombra de duvida, o melhor guitarrista da história pela capacidade de combinar "Blues" e "Rock" com pitada de "Psicodelia" na esfera da musica com facilidade e carisma. Perdoei-me os grandes e venerados guitarrista com suas guitarras sampeadas que levam a coroa e o galardão de de melhores mais quem é rei nunca perde a majestade e Hendrix fez escola que nunca vai caducar em alguma sala ou concerto nas mãos de veteranos e novatos. Belo post e uma vez mais me surpreendeu. Namaste.

mara* disse...

Jimi nunca foi o meu preferido, pecava pelo excesso de virtuosismo, alguns solos são insuportavelmente chatos por isso, mas sem dúvida foi grande. Namaste Mr. B.

Christian disse...

cara, pra falar mal do Jimi Hendrix você no mínimo tem que ser um guitarrista bom e reconhecido como tal...se não for, sinto muito mas sua opinião de nada vale. Sei que cada um tem sua opinião, mas o mundo já o reconheceu como o mestre dos mestre na guitarra e ele já contribuiu para a musica boa e de qualidade em quatro anos de sucesso o que você que fala mal não contribuirá em toda sua vida! é muito provável(se você toca guitarra e entende)que o seu conhecimento tenha vindo de tudo que ele já criou!!! antes de criticar coloque na balança o que você faz e o que ele já fez!!!

mara* disse...

Jimi Hendrix é considerado o número 1 da guitarra, é inquestionável. Prefiro Eric Clapton e Jimmy Page.

Ärrüaceirø† disse...

Ola querida show de postagem....lindo blog ....vc poderia subir hendrix...links quebrados...agradeço fica com Deus.....

betomelodia disse...

então temos quase a mesma opinião, mara...
minha ordem de preferência, como músico que sou é eric clapton, david gilmour e por fim, jimi hendrix...
outros mais de excelente nível também aprecio e quanto a opinião do christian (02/09/12), para falar do jimi é só ter cultura musical e não necessariamente ser um "bom e reconhecido guitarista"...
coloquei jimi em terceiro lugar, em minha opinião e gosto pessoal, também pelos excessos em vários solos...
é isso mara... uma postagem perfeita... parabéns e...
beijos no coração...

mara* disse...

Os links foram corrigidos arruaceiro...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...