eliane elias

Para quem quer despoluir os ouvidos da mediocridade que reina em solo tupiniquim, principalmente nesta época com shows ridículos promovidos pela TV Globo, ouça algo que não agrida os ouvidos e ainda por cima enriqueça a sua discoteca com música de primeiríssima qualidade, ouça as brasileiras Eliane Elias e Ithamara Koorax, outra cantora brasileira de jazz e um dos nomes mais importantes da atual cena jazzística mundial. Dizer que as duas não são conhecidas e muito menos reconhecidas no Brasil é chover no molhado.

eliane eliasUma virtuose do piano de formação clássica, que é igualmente adepta do jazz, Eliane Elias ficou conhecida no início de sua carreira como uma das poucas artistas a ter melhor venda de álbuns em ambos os gêneros ao mesmo tempo. Cantora e compositora é também conhecida por seu estilo distinto que mistura suas raízes brasileiras e o jazz clássico com voz sedutora e sensual. E é brasileira, nascida em São Paulo. Começou a estudar piano aos seis anos. Influenciada por sua mãe, pianista clássica, que muitas vezes ouvia discos de jazz, Eliane, aos doze, transcrevia solos de grandes mestres do jazz. Com quinze anos ensinava piano e improvisação em um das mais prestigiadas escolas de música. Sua carreira artística começou aqui mesmo, no Brasil, com dezessete anos, em parceria com Toquinho, cantor e compositor brasileiro e o grande poeta Vinicius de Moraes, que também foi parceiro de Antonio Carlos Jobim. Em 1981, a conselho do baixista de jazz Eddie Gomez que conheceu em uma turnê na Europa, Eliane foi para New York onde estudou na ‘Julliard School Of Music’. Em 1982 foi convidada a se juntar ao aclamado grupo ‘Steps Ahead’ do vibrafonista Mike Mainieri, que contava também com o saxofonista Michael Brecker, o baterista Peter Erskine e Eddie Gomez no baixo. Após sair do grupo, trabalhou com o trompetista Randy Brecker, com quem se casou e gravou o primeiro álbum ‘Amanda’, em 1984.

Pouco tempo depois começou carreira solo, com vários álbuns gravados e muitos premiados, quinze pela ‘Blue Note Records’ e três pela ‘RCA Victor’. Em seu trabalho Eliane Elias tem documentado dezenas de composições próprias, tocando seu piano e com belas interpretações vocais. Todas as suas gravações têm recebido elogios da crítica e em 1995, com o álbum ‘Solos and Duets’ tendo Herbie Hancock como parceiro, ela foi indicada para um Grammy de ‘Best Jazz Solo Performance’. Esta gravação foi saudada pelo ‘Musician Magazine’ como um marco na história do duo de piano. Em 1997 o álbum ‘The Three Americas’ foi eleito o melhor álbum de jazz e Eliane Elias foi indicada em cinco categorias: além de músico, melhor compositora, pianista, cantora e instrumentista do ano. Considerada uma das grandes intérpretes da música de Tom Jobim, gravou dois álbuns exclusivamente dedicados à obra do compositor: ‘Plays Jobim’ e ‘Sings Jobim’. Em 1998, ‘Sings Jobim’, ficou mais de três meses nas paradas do Japão e no ano seguinte em uma enquete foi considerado por críticos de jazz como o melhor álbum brasileiro de jazz. No mesmo ano a renomada banda dinamarquesa ‘Danish Radio Big Band’ gravou composições de Eliane, organizadas e conduzidas pelo lendário trombonista, pianista e arranjador Bob Brookmeyer. O álbum recebeu o nome de ‘Impulsive’ e recebeu uma indicação ao Grammy em 2001.

eliane elias - Barcelona Jazz Festival 2011

Barcelona Jazz Festival (2011)

No mesmo ano, ‘Calle 54’, filme documentário espanhol sobre o jazz latino e dirigido por Fernando Trueba apresentou o desempenho de Eliane Elias em ‘Samba Triste’, e também recebeu uma indicação ao Grammy de melhor álbum latino de jazz. O álbum ‘Dreamer’ de 2004 é uma mistura inovadora de músicas do cancioneiro norte-americano, brasileiro e bossa nova e nele Eliane foi acompanhada por uma orquestra completa. O álbum recebeu o ‘Gold Disc Award’ e foi eleito o melhor álbum vocal no Japão em 2004. Chegou ao 3º lugar nas paradas da França e ficou em 4º nos EUA. O álbum ‘Around the City’ de 2006 mescla bossa nova, pop, jazz latino e rock’n’roll. Misturando jazz tradicional com ritmos e harmonias brasileiras, Eliane Elias consolidou sua carreira nos EUA e é considerada uma das melhores pianistas de jazz da atualidade em vários lugares do mundo, mas é praticamente desconhecida no Brasil. Talentosa e bonita, em tempos de mediocridade musical, é bom saber que temos uma brasileira que faz enorme sucesso lá fora. E ela não rebola, e não precisa mostrar seu corpo, e nem as suas entranhas para vídeos clips, ela se sobressai por puro talento, porque sua música é refinada. Eliane Elias já há algum tempo está casada e é partner de Marc Johnson, um dos mais técnicos e elegantes baixistas da cena contemporânea.

Eliane Elias em Marselha no ano de 2009, com seu marido Marc Johnson no baixo, Rubens de La Corte na guitarra e Rafael Barata na bateria.



‘Amanda’ foi o primeiro álbum de Eliane Elias, gravado com o trompetista Randy Brecker, com quem se casou. ‘Cross Currents’ é um dos álbuns menos conhecidos de Eliane e faz parte dele o baixista Eddie Gomez e o baterista Jack DeJohnette e as canções ‘Peggy's Blue Skylight’ e ‘East Coastin’ de Charles Mingus. ‘Coming and Going’ foi escrita por sua avó em 1927 quando tinha 12 anos e nela Eliane é acompanhada pela banda pop britânica ‘Gomez’, pelo baterista Peter Erskine, o guitarrista Barry Finnerty, o percussionista Café e nove cantores, incluindo alguns membros da sua família.

eliane elias - amanda (1985)    eliane elias - cross currents (1987)

Amanda (1985)    |    Cross Currents (1987)

Amanda
01. Splash 02. Para Nada (For Nothing) 03. Pandamandium 04. Samba De Bamba 05. Amandamada 06. Guarujá

Cross Currents
01. Hallucinations 02. Cross Currents 03. Beautiful Love 04. Campari & Soda 05. One Side of You 06. Another Side of You 07. Peggy’s Blue Skylight 08. Impulsive 09. When You Wish upon a Star 10. East Coastin’ 11. Coming and Going

Em ‘Fantasia’, Eliane explora a música brasileira, com a clássica ‘The Girl From Ipanema’ e um medley de Milton Nascimento, além de várias músicas de Ivan Lins. Ela alterna baixistas e bateristas, com Eddie Gomez, Marc Johnson, Jack DeJohnette e Peter Erskine, além de Nana Vasconcelos na percussão, e o cantor Ivan Lins nos vocais. ‘Solos and Duets’ é uma mudança de ritmo para Eliane Elias. Em vez de interpretar canções brasileiras, fusion ou bop moderno, ela mostra sua técnica clássica em um conjunto de solos acústicos e mais seis duetos com um dos mestres do jazz, o pianista e compositor norte-americano Herbie Hancock.

eliane elias - fantasia (1992)    eliane elias - solos and duets (1995)

Fantasia (1992)    |    Solos and Duets (1995)

Fantasia
01. The Girl From Ipanema 02. Wave 03. Milton Nascimento Medley 04. Sabe Voce (Do You Know) 05. Bahia (Na Baixa Do Sapateiro) 06. Fantasia (To Amanda) 07. No More Blues (Chega De Saudade) 08. Ivan Lins Medley

Solos and Duets
01. Autumn Leaves 02. The Masquerade Is Over 03. The Way You Look Tonigh 04. All The Things You Are 05. Joy Spring / Have You Met Miss Jones 06. Just Enough 07. Asa Branca 08. Messages Part 1 09. Messages Part 2 10. Messages Part 3 11. Messages Part 4

Dois lados de Eliane Elias estão em ‘The Three Americas’, ela é ouvida como cantora de bossa nova, suave como deve ser, e acompanhada pelo guitarrista brasileiro Oscar Castro Neves e o flautista Dave Valentin. Em ‘Chorango’, um tango moderno, Eliane é seguida por Gil Goldstein no acordeão e pelo violinista Mark Feldman. Mas, é como pianista que Eliane se destaca, forte como pianista de post-bop jazz, um termo utilizado para designar pequenos grupos de jazz na década de 60 e que teve sua origem em múscos como John Coltrane, Miles Davis, Bill Evans, Charles Mingus e, em particular, Herbie Hancock. A evolução natural dos artistas do post-bop foi o jazz fusion, na década de 70. Wynton Marsalis e Branford Marsalis, reviveram o post-bop nos anos 80. Eliane Elias é unanimidade como pianista acústica. Embora considerada limitada por muitos ela canta com sentimento e sinceridade suficiente para fazer de ‘Sings Jobim’ um grande álbum, oferecendo jazz brasileiro.

eliane elias - the three americas (1997)    eliane elias - sings jobim (1998)

The Three Americas (1997)    |    Sings Jobim (1998)

The Three Americas
01. An Up Dawn 02. The Time Is Now 03. Caipora 04. Chorango 05. Chega De Saudade 06. Crystal And Lace 07. Brigas Nunca Mais 08. Introduction To Guarani 09. O Guarani 10. Jungle Journey 11. Missing You 12. Jumping Fox

Sings Jobim
01. Garota De Ipanema 02. Samba De Uma Nota Só 03. Só Danço Samba 04. Ela É Carioca 05. Anos Dourados 06. Desafinado 07. Falando De Amor 08. Samba Do Aviao 09. A Felicidade 10. Por Toda A Minha Vida 11. How Insensitive 12. Esquecendo Você 13. Pois É 14. Amor Em Paz 15. Modinha 16. Caminhos Cruzados

‘Dreamer’ é destinado ao público do crossover jazz, originário da década de 70 com o declínio do jazz fusion que resultou na incorporação do jazz com diversos gêneros musicais como o pop e o R&B para tornar o jazz mais comercial. Eliane se conecta com a herança pop brasileira ao cantar composições de Tom Jobim e ‘Call Me’ e ‘So Nice’ de Astrud Gilberto que se adequaram muito bem a sua voz. Em ‘Around the City’, Eliane Elias avançou mais no pop sem deixar as tradições brasileiras que sempre foram seu patrimônio.

eliane elias - dreamer (2004)    

Dreamer (2004)    |    Around the City (2006)

Dreamer
01. Call Me 02. Baubles, Bangles and Beads 03. Photograph 04. Movin' me on 05. So Nice 06. That's All 07. Tangerine 08. Dreamer 09. Time Alone 10. Doralice 11. A House Is Not a Home

Around the City
01. Running 02. Oye Como Va 03. Around The City 04. Jammin’ 05. Segredos (Secrets) 06. We’re So Good 07. Tropicalia 08. Slide Show 09. A Vizinha Do Lado (The Next Door Neighbor) 10. Save Your Love For Me 11. Chiclete Com Banana 12. Another Day 13. Segredos (part 2)

‘Something for You’ é um tributo ao pianista estadunidense Bill Evans, considerado um dos mais importantes músicos de jazz da história, sendo até hoje uma das referências do piano de jazz pós-50. O baixista Marc Johnson estava no trio de Evans de 1978 a 1980, provavelmente ao mesmo tempo em que a adolescente prodígio Eliane Elias estava em São Paulo ouvindo os discos de jazz da mãe e a transcrever nota por nota os solos de Bill Evans. E assim, neste álbum, os dois músicos, que agora estão casados, reverenciam profunda e mutuamente a música de Evans que tanto inspirou suas carreiras. Parece que dez dias antes de sua morte Evans deu a Johnson uma fita cassete com música e fragmentos de idéias que ele queria trabalhar. Quase três décadas depois, Johnson redescobriu esse tesouro e compartilhou com Eliane. Ela transcreveu e terminou duas das canções, ‘Evanesque’ e ‘Something for You’ que se tornou o título do tributo.

eliane eliasGravado em quatro dias, também contém algumas originais de Evans, além da sua favorita ‘Blue in Green’. Bem como ‘My Foolish Heart’ onde Johnson está tocando baixo como Scott LaFaro, uma jovem estrela em ascensão, que fazia parte do trio de Evans, de 1959 até sua morte em um acidente de carro em 1961, com 25 anos. Finalmente, há a participação impressionante de Bill Evans na última faixa do CD gravada diretamente do cassete histórico que começa com a introdução de Evans do que se tornaria ‘Something for You’ com uma demonstração de grande exuberância e exclamações de prazer bastante audíveis feitas por ele. Eliane Elias segue tocando depois, cantando numa reprise nostálgica que se estende para além do silêncio que se faz depois de terminada a canção. Eliane não cantou em todas as faixas, mas quando o fez com sua voz suave e sonhadora proporcionou momentos encantadores como em ‘Minha’.

‘Something for You’ foi apresentado em 2008 no ‘Dizzy's Club Coca Cola’ em New York e o público ficou agradavelmente surpreso com o grau de virtuosismo que Eliane exibiu naquela noite. Além da sua aparência: uma mulher bonita com longos cabelos loiros em um vestido preto e provocante. Com apenas 140 assentos, Dizzy é a sala mais íntima no ‘Jazz at Lincoln Center’. É também um espaço de rara beleza, com vidro do chão ao teto que revela a deslumbrante cidade abaixo. E nesta noite como testemunha a lua cheia se fez presente e aprovou a homenagem de Eliane Elias a Bill Evans.

eliane elias - something for you (2007)

Something For You (2007)
Eliane Elias Sings & Plays Bill Evans

Tracklist
01. You and The Night and The Music 02. Here's Something For You 03. A Sleepin' Bee 04. But Not For Me 05. Waltz for Debby 06. Five 07. Blue in Green 08. Detour Ahead 09. Minha (All Mine) 10. My Foolish Heart 11. But Beautiful/Here's That Rainy Day 12. I Love My Wife 13. For Nenette 14. Evanesque 15. Solar 16. After All 17. Introduction to Here's Something For You

‘Bossa Nova Stories’, o mais recente álbum do ícone do jazz brasileiro é um dos melhores em muito tempo. Para comemorar os cinqüenta anos da Bossa Nova, Eliane e seus produtores montaram uma coleção de 14 faixas com conhecidas músicas brasileiras e algumas menos conhecidas. Entre seus acompanhantes estão o cantor, instrumentista, arranjador, compositor, produtor e diretor musical brasileiro Oscar Castro-Neves como é conhecido internacionalmente, pelo baterista Paulo Braga, e pelo seu colaborador e marido, o baixista Marc Johnson. O lendário gaitista e mestre do jazz Toots Thielemans aparece em algumas faixas, principalmente em apoio ao excelente desempenho de Eliane Elias em ‘Superwoman’ de Stevie Wonder. A inclusão desta música e de versões de standards de jazz latino pode parecer um pouco estranho em uma coleção dedicada ao qüinquagésimo aniversário da Bossa Nova, mas quando o resultado é esta delícia de se ouvir, perdoa-se.

eliane elias - bossa nova stories (2008)

Bossa Nova Stories (2008)

Tracklist
01. The Girl from Ipanema 02. Chega de Saudade 03. The More I See You 04. They Can't Take That Away from Me 05. Desafinado 06. Estate (Summer) 07. Day in Day Out 08. I'm Not Alone (Who Loves You?) 09. Too Marvelous for Words 10. Superwoman 11. Falsa Baiana 12. Minha Saudade 13. A Rã (The Frog) 14. Day By Day

cephas & wiggins

cephas & wigginsO cantor e guitarrista John Cephas, que morreu em 2009 aos 78 anos, surgiu na cena do blues na década de 70. E naquele tempo muitos músicos afro-americanos de sua geração estavam desinteressados do blues, em especial o blues acústico, o blues tradicional à moda antiga, conhecido como blues ‘piedmont’, uma forma extremamente popular por muitas décadas, na primeira metade do século XX. Sua parceria de 32 anos com o jovem gaitista Phil Wiggins remontava aos tempos passados de Brownie McGhee e Sonny Terry, que fizeram sucesso internacional na década de 50 e 60. Enraizada na música rural da Virgínia e Carolina do Norte, e baseando-se em um modelo criado por seus antepassados musicais como Blind Boy Fuller, Rev. Gary Davis, Blind Willie McTell, Blind Blake, Sonny Terry e Tampa Red, a dupla manteve viva a chama do blues ‘piedmont’ nos tempos atuais. Mas, apesar da semelhança com esses artistas, ‘Cephas & Wiggins’ não eram clones. E a dupla de forma constante lançou uma série de álbuns ao longo de três décadas embalados por um vasto repertório de canções antigas, abrangendo a história do folk-blues. Com um barítono suave moldado por anos em grupos de gospel e com um ritmo cadenciado e complexo dedilhar que alguns estudiosos rastrearam suas origens nas bandas de country dance da era colonial, acompanhado por solos apaixonados de gaita, a música de Cefas & Wiggins é uma viagem maravilhosa e essencial pelo blues. John Cephas e Phil Wiggins são gigantes.

Em 1930, John Cephas nasceu em Washington DC, e cresceu em Bowling Green, Virginia, em uma família profundamente religiosa. Começou a tocar guitarra dada a ele por seu pai, um ministro da igreja. Embora a sua primeira exposição à música tenha sido na igreja pela música gospel, bem mais tarde uma tia lhe ensinou o blues. Aos nove anos aprendeu o estilo ‘piedmont’ dedilhando a guitarra do primo David Talliaferro com quem cantou e tocou em um quarteto de gospel que se apresentava em festas. Quando adulto, a música tornou-se secundária ao seu trabalho como carpinteiro na Guarda Nacional, em Washington. Em 1970, resolveu tocar em público com o grupo ‘Barrelhouse Rockers’ que formou com o pianista ‘Big Chief’ Ellis e o baixista James Bellamy. E o repertório musical incluía ragtime e canções de artistas como Blind Boy Fuller, Blind Blake, Tampa Red e Blind Lemon Jefferson.

john cephas

John Cephas

Uma geração mais jovem do que seu parceiro de longa data, Phil Wiggins também nasceu em Washington, DC, em 1954, e passava os verões de sua infância na casa de sua avó, no Alabama, onde ouvia a música gospel. Ele começou a tocar a gaita em tenra idade, e aprendeu o blues com alguns dos melhores artistas incluindo a notável guitarrista gospel Flora Molton. Ele também foi aprendiz de ‘Mother Scott’, contemporânea de Bessie Smith. Influenciado pelos grandes gaitistas de blues como Sonny Terry, Sonny Boy Williamson e Little Walter, Phil Wiggins desenvolveu um estilo único como gaitista. E dominou uma vasta gama de estilos e enquanto raramente é mencionado pelos aficionados da gaita, que tendem a concentrar-se na escola de Little Walter, ele é considerado um dos atuais virtuosos do instrumento além de talentoso cantor e compositor.

Após a morte do pianista ‘Big Chief’ Ellis em 1977, John Cephas associou-se a Phil Wiggins que conheceu em uma ‘jam session’ de um festival de música folclórica. Na década de 1980 ele se aposentou como carpinteiro e se dedicou à música em tempo integral apresentando-se com Phil em festivais patrocinado por ‘Smithsonian Institution’ e ‘National Council for the Traditional Arts’. Cephas & Wiggins passaram grande parte da década de 80 a excursionar pelo exterior, muitas vezes sob o patrocínio direto do Departamento de Estado dos EUA. Visitaram a Grã-Bretanha em 1981 e se apresentaram no ‘American Folk Blues Festival’, em 1988, eles estavam entre os primeiros americanos a se apresentar no Festival Russo de Folk em Moscou. E também participaram de programas educacionais e se apresentaram em prisões e centros de reabilitação.

phil wiggins

Phil Wiggins

John Cephas foi um dos fundadores do ‘DC Blues Society’ em 1987. E enquanto na Europa, gravaram seus dois primeiros álbuns, incluindo o aclamado álbum de 1984 ‘Sweet Bitter Blues’ para o rótulo alemão ‘L&R’. E em 1986, gravaram ‘Dog Days Of August’ o primeiro álbum nos EUA, para a gravadora de Chicago, ‘Flying Fish Records’. Álbum que foi premiado pela ‘W.C. Handy Award’, organização sem fins lucrativos criada para preservar, celebrar e apoiar o blues. A dupla também ganhou outro prêmio em 1987 com o álbum ‘Guitar Man’. Depois de deixar a ‘Flying Fish Records’ lançaram vários álbuns aclamados pela crítica recebendo inúmeros prêmios e indicações por várias etiquetas antes de assinar contrato com a ‘Alligator Records’. E rapidamente se tornaram favoritos no circuito de festivais de folk e blues. A popularidade da dupla é mundial, e sua influência pode ser ouvida na música de jovens bluseiros acústicos, como Corey Harris, Alvin Youngblood Hart, Guy Davis, Chris Thomas King e outros. John Cephas faleceu em 2009 de causas naturais na idade de 78 anos, encerrando uma parceria criativa com Phil Wiggins que durou mais de três décadas. ‘Richmond Blues’, último álbum a dupla, foi lançado em 2008 pela ‘Folkways Smithsonian’, gravadora sem fins lucrativos do ‘Smithsonian Institution'.

cephas & wiggins - dog days of august



cephas & wiggins - guitar man (1987)      cephas & wiggins - cool down (1996)

Guitar Man (1987)    |    Cool Down (1996)

Guitar Man
01. Black Cat on the Line 02. Richmond Blues 03. Weeping Willow 04. Guitar Man 05. Police Dog Blues 06. Corrine 07. Careless Love 08. Brownsville

Cool Down
01. Action Man 02. Man Without A Future 03. Screaming And Crying 04. No Ice In My Bourbon 05. The Blues Will Do Your Heart Good 06. Caroline In The Morning 07. Backwater Blues 08. Going To The River 09. Cool Down 10. Special Rider 11. Hard Liquor 12. Nine Pound Hammer 13. Right Of Way Blues 14. Twelve Gates To The City

cephas & wiggins - shoulder to shoulder (2006)    cephas & wiggins - richmond blues (2008)

Shoulder to shoulder (2006)    |    Richmond Blues (2008)

Shoulder to shoulder
01. Ain’t Seen My Baby 02. I Did Do Right 03. Catfish Blues 04. Susie Q 05. All I’ve Got Is Them Blues 06. Dirt Road 07. Broke And Hungry 08. Three Ball Blues 09. Brother, Can You Spare A Dime? 10. I Won’t Be Down 11. Seattle Rainy Day Blues 12. The Blues Three Ways (live)

Richmond Blues
01. Richmond Blues 02. Going to the River 03. Keep Your Hands Off My Baby 04. Black Rat Swing 05. Mamie 06. Crow Jane 07. Dog Days of August 08. John Henry 09. Pigmeat Crave 10. Prison Bound Blues 11. Going Down the Road Feeling Bad 12. Careless Love 13. Great Change 14. Reno Factor 15. Step It Up and Go

cephas & wiggins - sweet bitter blues (1994)    cephas & wiggins - bluesmen (1993)

Sweet Bitter Blues (1994)    |    Bluesmen (1993)

Sweet Bitter Blues
01. Sweet Bitter Blues 02. St. James Infirmary 03. I Saw The Light 04. Tribute To Skip James 05. Piedmont Rag 06. Dog Days Of August 07. Roberta - A Thousand Miles From Home 08. Highway 301 09. Hoodoo Woman 10. Louisiana Chase 11. Bowling Green Rag 12. Bye Bye Baby, Take 1 13. Last Fair Deal 14. Big Boss Man 15. Burn Your Bridges 16. Running And Hiding 17. Bye Bye Baby, Take 2

Bluesmen
01. Big Boss Man 02. Mama Let Me Lay It on You 03. Prison Bound Blues 04. Jesus Is Mine 05. Little Red Rooster, The 06. Blakes Rag 07. Shanty in Old Shanty Town, A 08. Broke Down Engine 09. Good Morning Little School Girl 10. St. Louis Blues 11. Things I Used to Do, The 12. Sick Bed Blues 13. Burn Your Bridges 14. Goin to the River 15. Prison Blues 16. Keep Your Hands Off Her

‘From Richmond to Atlanta’ é uma compilação da ‘Rounder Records’ feita dos materiais gravados por Cephas & Wiggins na ‘Flying Fish Records’.

cephas & wiggins - from richmond to atlanta (2000)

From Richmond to Atlanta (2000)

Tracklist
01. Dog Days of August 02. No Lovin' Baby Now 03. Brownsville 04. Roberta 05. Black Cat on the Line 06. Police Dog Blues 07. I Saw the Light 08. Cherry Ball 09. Backbiter, The 10. Richmond Blues 11. Evil Twin Blues 12. Blue Day Blues

betty blue

betty blue movie‘Betty Blue’, como ficou conhecido, é um drama erótico, sombrio, assustador e cheio de violência ou sexo. De 1986, ‘Bety Blue’ foi um grande sucesso, recebeu vários prêmios internacionais, incluindo uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro e imortalizou o seu diretor, o francês Jean-Jacques Beineix. Seu título original é ’37,2° Le Matin’. 37,2°C ou 99ºF é a temperatura normal de uma mulher grávida pela manhã. O filme foi baseado no livro de mesmo nome do escritor francês Philippe Djian que escreve com humor irônico, em um cenário não identificado, sobre a intimidade pessoal e sexual de desajustados como Betty Blue (Béatrice Dalle), uma mulher encantadora, com um transtorno de humor grave, mentalmente desequilibrada e agressiva sexualmente que conquista o amor de Zorg (Jean-Hugues Anglade). Amantes apaixonados vivem em um barraco na praia. Ele faz vários serviços braçais para pagar as contas. Ela deixou seu último emprego como garçonete, porque estava sendo assediada sexualmente por seu chefe. Depois de uma semana de apaixonado relacionamento, durante uma briga, Betty acidentalmente descobre uma série de cadernos que contêm um romance que Zorg escreveu anos atrás. E ela toma para si a missão de publicá-lo enquanto a devoção à Zorg torna-se uma destrutiva relação obsessiva.

Combinando suspense, comédia, erotismo e ironia, Jean-Jacques Beineix molda a realidade ao seu gosto, tornando-a mais bizarra em um mundo de malucos. E Betty pode ser nada mais do que uma invenção da mente imaginativa de Zorg, uma personagem do romance que está escrevendo para recuperar algum sentido de estar vivo. E Betty, ferozmente independente, completa Zorg em todos os sentidos. Com 20 anos de idade, é apaixonada por tudo, mas ainda é uma criança, faz birras quando as coisas não saem do seu jeito e quando explode em raiva intensa por não alcançar os resultados desejados é auto-destrutiva e parte para a auto-mutilação. Desde o início, essa força instável ficou clara à Zorg, mas apaixonado, ele apenas observou a descida de Betty à loucura. Depois vieram as suas tentativas desesperadas para proteger este amor frágil. Ele a ama incondicionalmente, e faz de tudo para mantê-los juntos e não voltar à sua vida vazia de solitário. E age como louco, como Betty, para tentar salvá-la e a eles. Afinal, ela é a única que acredita nele, e a sua presença alegra e anima a sua vida de várias maneiras.

A sedutoramente vampiresca atriz francesa Béatrice Dalle recebeu sua grande chance no cinema quando vista em Champs Élysées por um fotógrafo que por sua vez, apresentou-a ao diretor de cinema Jean-Jacques Beineix que estava procurando uma atriz para o papel da instável heroína. Um bom exemplo de estar no lugar certo na hora certa. A belíssima trilha sonora é do libanês Gabriel Yared. Conhecido por suas melodias eróticas injetou combustível neste filme perturbador. Yared busca inspiração em vários gêneros e estilos, que vão de clássicos a folk, rock e jazz. ‘Betty Blue’ é uma mistura sexy de piano, sax e uso interessante e não enjoativo da eletrônica. A popularidade do compositor libanês aconteceu somente com os filmes ‘The Talented Mr Ripley’ e ‘The English Patient’, com o qual foi premiado com um Oscar.

betty blue
betty blue
betty blue
betty blue

gabriel yared - betty et zorg


soundtrack - betty blue (1986)

37º2 Le Matin (1986)

Tracklist
01. Betty Et Zorg 02. Des Orages Pour La Nuit 03. Cargo Voyage 04. La Poubelle Cuisine 05. Humecter La Monture 06. Le Petit Nicolas 07. Gyneco Zebre 08. Comme Les Deux Doights De La Main 09. Zorg Et Betty 10. Chile Con Carne 11. C' Est Le Vent, Betty 12. Un Coucher De Soleil Accroche Dans Les Arbes 13. Lisa Rock 14. Le Coeur En Skai Muave 15. Bungalow Zen 16. 37-2 Le Matin 17. Maudits Maneges

100 years 100 movie songs


O ‘American Film Institute’ (AFI) revelou as canções de filmes de todos os tempos no ‘AFI's 100 Years...100 Songs: America's Greatest Movie Music’, evento televisivo especial de três horas, apresentado em 2004 por John Travolta, um representante natural para os 100 anos de música do cinema norte-americano. Ele mesmo que além de ter contribuído com seus movimentos de dança que foram sucesso nas discotecas, aparece na lista com o filme ‘Saturday Night Fever’ e cantando com Olivia Newton-John em ‘Summer Nights’ do filme ‘Grease’ que concorreu ao Oscar de melhor canção ficando com o 70º lugar na lista encabeçada pela imortal ‘Over the Rainbow’ interpretada pelo ícone Judy Garland do eterno ‘The Wizard of Oz’. Judy Garland tem cinco menções na lista, Julie Andrews e Barbra Streisand empataram em segundo lugar, com quatro menções cada. Três músicas na lista foram sucesso na voz de Frank Sinatra: ‘New York, New York’, ‘Luck Be a Lady’ e ‘The Way You Look Tonight’. Apenas quatro músicas de filmes de animação aparecem na lista, e todas elas foram feitas pela Disney.

Os jurados convidados, nas escolhas das músicas deveriam considerar alguns critérios: o filme deveria ser em formato de narrativa, normalmente mais de 60 minutos de duração; ser no idioma Inglês com elementos significativos de produção criativa e/ou financeira dos Estados Unidos; a música e letra deveriam expressar os temas do filme de uma forma que elevasse a arte da imagem em movimento; as canções poderiam ter sido escritas e/ou gravadas especialmente para o filme ou previamente escritas e/ou gravadas e selecionadas pelo cineasta para atingir o objetivo anterior; a música deveria ter conquistado o coração da nação, ecoado para além das paredes de uma sala de cinema e ser automaticamente associada ao filme em si e finalmente, canções que ecoaram por todo o século, enriquecendo o patrimônio do cinema e dos artistas americanos e cativando o público até os dias de hoje. A cada ano, o programa transmitiu uma classificação em comemoração ao centenário do AFI. Essa foi a sétima de uma série. A cada ano foi desencadeada uma discussão nacional da história da sétima arte entre os amantes do cinema.

‘As Time Goes By’ é uma das mais belas canções já compostas para um filme. E ‘Casablanca’ é mais que um filme, é a renúncia ao amor, que está em desvantagem devido ao tempo transcorrido, à situação adversa e aos hábitos adquiridos na longa solidão.

dooley wilson - as time goes by
(casablanca)


100 years 100 songs (2010)

AFI´s 100 Years 100 Songs: America´s Greatest Music in the Movie (2010)
parte 1    parte 2    parte 3    parte 4

Tracklist
001. Over the Rainbow - The Wizard of Oz 1939 - Judy Garland
002. As Time Goes By - Casablanca 1942 - Dooley Wilson
003. Singin' in the Rain - Singin' in the Rain 1952 - Gene Kelly
004. Moon River - Breakfast at Tiffany's 1961 - Audrey Hepburn
005. White Christmas - Holiday Inn 1942 - Bing Crosby
006. Mrs. Robinson - The Graduate 1967 - Simon & Garfunkel
007. When You Wish upon a Star - Pinocchio 1940 - Cliff Edwards
008. The Way We Were - The Way We Were 1973 - Barbra Streisand
009. Stayin' Alive - Saturday Night Fever 1977 - The Bee Gees
010. The Sound of Music - The Sound of Music 1965 - Julie Andrews
011. The Man that Got Away - A Star Is Born 1954 - Judy Garland
012. Diamonds Are a Girl's Best Friend - Gentlemen Prefer Blondes 1953 - Marilyn Monroe (partially dubbed by Marni Nixon)
013. People - Funny Girl 1968 - Barbra Streisand
014. My Heart Will Go On - Titanic 1997 - Celine Dion
015. Cheek to Cheek - Top Hat 1935 - Fred Astaire
016. Evergreen (Love Theme from a Star Is Born) - A Star Is Born 1976 - Barbra Streisand
017. I Could Have Danced All Night - My Fair Lady 1964 - Marni Nixon
018. Cabaret - Cabaret 1972 - Liza Minnelli
019. Some Day My Prince Will Come - Snow White and the Seven Dwarfs 1937 - Adriana Caselotti
020. Somewhere - West Side Story 1961 - Marni Nixon
021. Jailhouse Rock - Jailhouse Rock 1957 - Elvis Presley
022. Everybody's Talkin' - Midnight Cowboy 1969 - Harry Nilsson
023. Raindrops Keep Fallin' on My Head - Butch Cassidy and the Sundance Kid 1969 - B.J. Thomas
024. Ol' Man River - Show Boat 1936 - Paul Robeson
025. High Noon (Do Not Forsake Me, Oh My Darlin') - High Noon 1952 - Tex Ritter
026. The Trolley Song - Meet Me in St. Louis 1944 - Judy Garland
027. Unchained Melody - Ghost 1990 - The Righteous Brothers
028. Some Enchanted Evening - South Pacific 1958 - Giorgio Tozzi
029. Born to Be Wild - Easy Rider 1969 - Steppenwolf
030. Stormy Weather - Stormy Weather 1943 - Lena Horne
031. Theme from New York, New York - New York, New York 1977 - Liza Minnelli
032. I Got Rhythm - An American in Paris 1951 - Gene Kelly and the MGM Children's Chorus
033. Aquarius - Hair 1979 - The 5th Dimension
034. Let's Call the Whole Thing Off - Shall We Dance 1937 - Fred Astaire and Ginger Rogers
035. America - West Side Story 1961 - Rita Moreno
036. Supercalifragilisticexpialidocious - Mary Poppins 1964 Julie Andrews and Dick Van Dyke
037. Swinging on a Star - Going My Way 1944 - Bing Crosby
038. Theme from Shaft - Shaft 1971 - Isaac Hayes
039. Days of Wine and Roses - Days of Wine and Roses 1962 - Henry Mancini
040. Fight the Power - Do the Right Thing 1989 - Public Enemy
041. New York, New York - On the Town 1949 - Gene Kelly, Frank Sinatra, and Jules Munshin
042. Luck Be a Lady - Guys and Dolls 1955 - Marlon Brando
043. The Way You Look Tonight - Swing Time 1936 - Fred Astaire
044. Wind Beneath My Wings - Beaches 1988 - Bette Midler
045. That's Entertainment - The Band Wagon 1953 - Fred Astaire, Jack Buchanan, Nanette Fabray, and Oscar Levant
046. Don't Rain on My Parade - Funny Girl 1968 - Barbra Streisand
047. Zip-a-Dee-Doo-Dah - Song of the South 1947 - James Baskett
048. Que Sera, Sera (Whatever Will Be, Will Be) - The Man Who Knew Too Much 1956 - Doris Day
049. Make 'Em Laugh - Singin' in the Rain 1952 - Donald O'Connor
050. Rock Around the Clock - Blackboard Jungle 1955 - Bill Haley and His Comets
051. Fame - Fame 1980 - Irene Cara
052. Summertime - Porgy and Bess 1959 - Bessie Smith
053. Goldfinger - Goldfinger 1964 - Shirley Bassey
054. Shall We Dance? - The King and I 1956 - Marni Nixon and Yul Brynner
055. Flashdance... What a Feeling - Flashdance 1983 - Irene Cara
056. Thank Heaven for Little Girls - Gigi 1958 - Maurice Chevalier
057. The Windmills of Your Mind - The Thomas Crown Affair 1968 - Noel Harrison
058. Gonna Fly Now - Rocky 1976 - Bill Conti
059. Tonight - West Side Story 1961 - Marni Nixon
060. It Had to Be You - When Harry Met Sally... 1989 - Harry Connick, Jr.
061. Get Happy - Summer Stock 1950 - Judy Garland
062. Beauty and the Beast - Beauty and the Beast 1991 - Angela Lansbury
063. Thanks for the Memory - The Big Broadcast of 1938 1938 - Bob Hope and Shirley Ross
064. My Favorite Things - The Sound of Music 1965 - Julie Andrews
065. I Will Always Love You - The Bodyguard 1992 - Whitney Houston
066. Suicide Is Painless - MASH 1970 - Johnny Mandel and Mike Altman
067. Nobody Does It Better - The Spy Who Loved Me 1977 - Carly Simon
068. Streets of Philadelphia - Philadelphia 1993 - Bruce Springsteen
069. On the Good Ship Lollipop - Bright Eyes 1934 - Shirley Temple
070. Summer Nights - Grease 1978 - John Travolta and Olivia Newton-John
071. The Yankee Doodle Boy - Yankee Doodle Dandy 1942 - James Cagney
072. Good Morning - Singin' in the Rain 1952 - Gene Kelly, Donald O'Connor, and Debbie Reynolds
073. Isn't It Romantic? - Love Me Tonight 1932 - Tony Bennett
074. Rainbow Connection - The Muppet Movie 1979 - Kermit the Frog
075. Up Where We Belong - An Officer and a Gentleman 1982 - Joe Cocker and Jennifer Warnes
076. Have Yourself a Merry Little Christmas - Meet Me in St. Louis 1944 - Judy Garland
077. The Shadow of Your Smile - The Sandpiper 1965 – Andy Williams
078. 9 to 5 - Nine to Five 1980 - Dolly Parton
079. Arthur's Theme (Best That You Can Do) - Arthur 1981 - Christopher Cross
080. Springtime for Hitler - The Producers 1968
081. I'm Easy - Nashville 1975 - Keith Carradine
082. Ding-Dong! The Witch Is Dead - The Wizard of Oz 1939 - The Munchkins
083. The Rose - The Rose 1979 - Bette Midler
084. Put the Blame on Mame - Gilda 1946 - Rita Hayworth
085. Come What May - Moulin Rouge! 2001 - Nicole Kidman and Ewan McGregor
086. (I've Had) The Time of My Life - Dirty Dancing 1987 - Bill Medley and Jennifer Warnes
087. Buttons and Bows - The Paleface 1948 - Bob Hope
088. Do Re Mi - The Sound of Music 1965 - Julie Andrews
089. Puttin' on the Ritz - Young Frankenstein 1974 - Gene Wilder and Peter Boyle
090. Seems Like Old Times - Annie Hall 1977 - Diane Keaton
091. Let the River Run - Working Girl 1988 - Carly Simon
092. Long Ago (and Far Away) - Cover Girl 1944 - Gene Kelly
093. Lose Yourself - 8 Mile 2002 - Eminem
094. Ain't Too Proud to Beg - The Big Chill 1983 - Temptations
095. (We're Off on the) Road to Morocco - Road to Morocco 1942 - Bing Crosby and Bob Hope
096. Footloose - Footloose 1984 - Kenny Loggins
097. 42nd Street - 42nd Street 1933 - Ruby Keeler, Dick Powell, and ensemble
098. All That Jaz - Chicago 2002 - Catherine Zeta-Jones and Renée Zellweger
099. Hakuna Matata - The Lion King 1994 - Nathan Lane, Ernie Sabella and Joseph Williams
100. Old Time Rock and Roll - Risky Business 1983 - Bob Seger

100 best opera classics


100 best opera classics (2007)

100 Best Opera Classics (2007)
CD 1    CD 2    CD 3    CD 4    CD 5    CD 6

Madama Butterfly é uma ópera em três atos, originalmente em dois atos, de Giacomo Puccini, baseada no drama de David Belasco, o qual por sua vez se baseia numa história escrita pelo advogado norteamericano John Luther Long. Estreou no teatro Scala de Milão em 1904. É sobre o tenente da marinha B.F. Pinkerton que se apaixona pela gueixa Cio-Cio-San (Butterfly). A história se passa em Nagasaki, Japão, por volta de 1900.

madama butterfly (un bel di vedremo)
(performed by huang ying)



Tracklist CD 1
01. Mozart - Le nozze di Figaro (The Marriage of Figaro), opera, K. 492: Voi che sapete
02. Mozart - Le nozze di Figaro (The Marriage of Figaro): Porgi amor
03. Mozart - Don Giovanni: Deh, vieni alla finestra
04. Mozart - Don Giovanni: Batti, batti, o bel Masetto
05. Mozart - Die Zauberflote (The Magic Flute): Der Holle Rache
06. Mozart - Die Zauberflote (The Magic Flute): O Isis und Osiris
07. Mozart - Cosi fan tutte: Temerari...Come scoglio
08. Rossini - Il barbiere di Siviglia (The Barber of Seville): La calunnia e un venticello
09. Verdi - Don Carlo: Nei giardin del bello
10. Bellini - Norma: Casta Diva
11. Verdi - Aida: Se quel guerrier...Celeste Aida
12. Verdi - La Traviata: Tenesta la promessa...Addio del passato
13. Verdi - Otello: Niun mi tema
14. Puccini - Madama Butterfly (Madame Butterfly): Un bel di vedremo
15. Puccini - Tosca: E lucevan le stelle
16. Puccini - La boheme: Si, mi chiamano Mimi
17. Puccini - Manon Lescaut: In quelle trine morbide
18. Puccini - Turandot: Signore, ascolta
19. Leoncavallo - Pagliacci: Recitar...Vesti la giubba
20. Giordano - Fedora: Amor ti vieta di non amar

Tracklist CD 2
01. Gounod - Faust: Le veau d'or est toujours debout
02. Delibes - Lakme: Ou va la jeune hindoue?
03. Gounod - Romeo et Juliette: L'amour, l'amour...Ah! Leve-toi, soleil
04. Massenet - Manon: Allons! Il le faut...Adieu notre petite table
05. Massenet - Werther: Toute mon ame est la...Pourquoi me reveiller
06. Bizet - La Jolie Fille de Perth: Quand la flamme de l'amour
07. Bizet - Carmen: L'amour est un oiseau rebelle
08. Bizet - Les Pecheurs de perles: A cette voix...Je crois entendre encore
09. Berlioz - La Damnation de Fause: Une pu
10. Berlioz - Les Troyens: Je vais mourir...Adieu, fiere cite
11. Saint-Saens - Samson et Dalila: Mon c?ur s'ouvre a ta voix
12. Wagner - Tannhauser: Wie Todesahnung...O du mein holder Abendstern
13. Wagner - Der fliegende Hollander (The Flying Dutchman): Johohoe! Traft ihr das Schiff im Meere an?
14. Wagner - Lohengrin: In fernem Land
15. Wagner - Siegfried: Heil dir, Sonnet
16. Wagner - Tristan und Isolde: Mild und leise

Tracklist CD 3
01. Gluck - Orfeo ed Euridice (Italian version): Che faro senza Euridice?
02. Mozart - Die Zauberflote (The Magic Flute): Der Vogelfanger bin ich ja
03. Mozart - Don Giovanni: Finch'han dal vino
04. Mozart - Le nozze di Figaro (The Marriage of Figaro): E Susanna non vien!...Dove sono
05. Beethoven - Fidelio: Abscheulicher!
06. Rossini - Guillaume Tell: Ne m'abandonne pas, espoir de la vengeance...Asile hereditaire
07. Rossini - Il barbiere di Siviglia (The Barber of Seville): Largo al factotum
08. Verdi - Don Carlo: Ella giammai m'amo
09. Verdi - Rigoletto: La donna e mobile
10. Verdi - Il Trovatore: Di quella pira
11. Verdi - Otello: Esultate!
12. Verdi - Otello: Dio! mi potevi scagliar
13. Puccini - Tosca: Vissi d'arte, vissi d'amore
14. Puccini - Turandot: In questa reggia
15. Puccini - Turandot: Tanto amore
16. Puccini - Gianni Schicchi: O mio babbino caro
17. Mascagni - L'amico Fritz: Ed anche Beppe amo
18. Cilea - Adriana Lecouvreur: Poveri fiori
19. Giordano - Andrea Chenier: Come un bel di di maggio

Tracklist CD 4
01. Gounod - Faust: Les grands seigneurs...Ah! Je ris de me voir si belle
02. Massenet - Le jongleur de Notre-Dame: Marie, avec l'enfant Jesus
03. Massenet - Mireille: Heureux petit berger
04. Thomas - Mignon: Connais-tu le pays
05. Thomas - Mignon: Elle ne croyait pas dans sa candeur
06. Bizet - Carmen: Votre toast, je peux vous le rendre...Toreador
07. Offenbach - Les contes d'Hoffmann: Les oiseaux dans la charmille
08. Berlioz - La Damnation de Faust: Mainte
09. Charpentier - Louise: Depuis le jour
10. Richard Strauss - Der Rosenkavalier: Da geht er hin
11. Wagner - Lohengrin: Einsam in truben Tagen
12. Wagner - Tannhauser: Dich, teure Halle
13. Wagner - Die Walkure (The Valkyrie): Leb wohl, du kuhnes, herrliches Kind
14. Wagner - Die Walkure (The Valkyrie): Hojotoho! Hojotoho!

Tracklist CD 5
01. Mozart - Le nozze di Figaro (The Marriage of Figaro): Non piu andrai
02. Mozart - Don Giovanni: La ci darem la mano
03. Mozart - Die Zauberflote (The Magic Flute): Duo: Pa-pa-pa
04. Mozart - Cosi fan tutte: Soave sia il vento
05. Bellini - Norma: Mira, o Norma
06. Donizetti - Lucia di Lammermoor: Il dolce suono
07. Donizetti - Don Pasquale: Com'e gentil
08. Rossini - Il barbiere di Siviglia (The Barber of Seville): Una voce poco fa
09. Verdi - La Traviata: Libiamo n' lieti calici
10. Verdi - Rigoletto: Gualtier Malde!...Caro nome
11. Verdi - Aida: Ritorna vincitor
12. Verdi - Otello: Ave Maria
13. Puccini - Turandot: Nessun dorma
14. Puccini - La boheme: Che gelida manina
15. Catalani - La Wally: Ebben? Ne andro lontana

Tracklist CD 6
01. Adam - Le Postillon de Lonjumeau: Mes amis, ecoutez l'histoire
02. Auber - La Muette de Portici: Mieux vaut mourir...Amour sacre de la partrie
03. Gounod - Romeo et Juliette: Ah! Je veux vivre dans ce reve
04. Lalo - Le Roi d'Ys: Puisqu'on me peut flechir...Vainement, ma bien-aimee
05. Massenet - Manon: Suis-je gentille ainsi?...Je marche sur tous les chemins
06. Offenbach - Les contes d'Hoffmann: Belle nuit, o nuit d'amour
07. Bizet - Carmen: La fleur que tu m'avais jetee
08. Bizet - Les Pecheurs de perles: C'est toi!...Au fond du temple saint
09. Massenet - Werther: Werther, Werther, qui m'aurait dit..Ces lettres!
10. Delibes - Lakme: Viens, Mallika
11. Massenet - Thais: Ah! Je suis seule enfin...Dis-moi que je suis belle
12. Gounod - Faust: Alerte, alerte!...Anges purs, anges radieux
13. Mussorgsky - Boris Godunov: Boris's Farewell
14. Weber - Oberon: Schreckensschwurt
15. Wagner - Die Meistersinger von Nurnberg: Die "Selige Morgentraum-Deutweise"
16. Wagner - Siegfried: Was am besten er kann...Nothung! Nothung!

100 hits blues rock

blues rockBlues Rock é um gênero de música de fusão, é rock’n’roll que conta com os acordes, escalas e improvisação instrumental do blues. Apesar do rock’n’roll e o blues serem intimamente ligados historicamente, o blues rock como um gênero distinto surgiu somente na década de 60. O gênero foi originalmente britânico, com artistas como Alexis Korner e John Mayall formando grupos que agiam como um campo de treinamento para os futuros astros do gênero, enquanto bandas como ‘Canned Heat’ e ‘Paul Butterfield Blues Band’ foram pioneiros nos EUA. Assim como os ‘Yardbirds’ no Reino Unido, ‘The Allman Brothers Band’ e Johnny Winter nos EUA levaram o gênero à ampla popularidade. E os ‘Rolling Stones’ que gravaram a música dos antigos bluesmen como Howlin’ Wolf, Muddy Waters e Champion Jack Dupree. Mais tarde, abandonaram o estilo e passaram ao rock clássico de Chuck Berry. Mas, o mais conhecido artista do blues rock é provavelmente Eric Clapton, cujo trabalho nos anos 60 com o supergrupo ‘Cream’ e mais tarde com ‘Derek and the Dominos’ e a sua extensa carreira solo têm sido seminal no gênero. No final dos anos 60 Jeff Beck revolucionou o rock blues com sua banda, ‘The Jeff Beck Group’, que entre os membros contava com um jovem Rod Stewart nos vocais e um ainda mais jovem Ronnie Wood no baixo. No início dos anos 70, o blues rock norte-americano incorporou o southern rock e o hard rock de artistas como ‘The Allman Brothers Band’, ‘Stevie Ray Vaughan’, ‘Fabulous Thunderbirds’ e ‘ZZ Top’, enquanto a cena britânica tornou-se focada na inovação do heavy metal. O blues rock teve um renascimento no início da década de 1990 e continua hoje, com bandas como ‘The Black Crowes’ e ‘The White Stripes’ e fãs entusiasmados.


Tracklist
001. Gary Moore - Walking By Myself
002. Joe Cocker - You Can Leave Your Hat On
003. Oscar Benton - Bensonhurst Blues
004. Fleetwood Mac - Black Magic Woman
005. Canned Heat - That's All Right
006. Paul Rogers - The Hunter
007. The Allman Brothers Band - It's Not My Cross To Bear
008. Cream - Born Under A Bad Sign
009. Eric Clapton - The Sky Is Crying
010. Bonnie Raitt - Finest Lovin' Man
011. Frank Marino & Mahogany Rush - All Along The Watchtower
012. Free - The Stealer
013. George Thorogood - Madison Blues
014. Creedence Clearwater - Graveyard Train
015. The Doors - Roadhouse Blues (live)
016. Janis Joplin - Misery’ N
017. Jimi Hendrix - Bold As Love
018. Led Zeppelin - Dazed And Confused
019. Livin' Blues - Waitn' On You
020. J.J.Cale - Lies
021. Manfred Mann - Stormy Monday Blues
022. Canned Heat - Hill's Stomp
023. Stevie Wonder - Living For The City
024. Deep Purple - Lazy
025. Livin' Blues - One Night Blues
026. The Rolling Stones - What A Shame
027. Juicy Lucy - Big Lil
028. Jethro Tull - Beggar’s Farm
029. John Mayall - A Big
030. Steppenwolf - Hoochie Coochie
031. Tina Turner - Night Time Is The Right Time
032. Joe Cocker - Blackt-Eyed Blues
033. Jeff Beck - Black Cat
034. Eric Clapton - Blues Power (live)
035. Creedence Clearwater - Heard It Through The Grapevine
036. Aerosrnith - All Your Love
037. The Jeff Healey Band - Evil And Here To Stay
038. Gary Moore - Too Tired
039. Paul Rogers - Good Horning Little School Girl
040. George Thorogood - Hove It On Over
041. Janis Joplin - One Good Man
042. Steppenwolf - Hodge, Podge Strained Through A Leslie
043. Bonnie Raitt - Love He Like
044. Canned Heat - Sneakin' Around.
045. Tony Joe White - Polk Salad Annie
046. Jimi Hendrix - Catfish Blues
047. George Thorogood - One Bourbon, One Scotch
048. Nazareth - Kentucky Fried Blues
049. Slade - I Don' Hind
050. Tom Fogerty - Rocky Road Blues
051. Ten Years After - I Want To Know
052. Fleetwood Mac - Something Inside Of
053. John Mayall - John Lee Boogie
054. Joe Cocker - Inner City Blues
055. Stevie Wonder - You Haven't Done Nothin
056. Janis Joplin - Piece Of Heart
057. The Doors - Crawling King Snake
058. Steppenwolf - Forty Days And Forty Nights
059. Juicy Lucy - Built For Comfort
060. The Beatles - Yer Blues
061. Deep Purple - Histreated
062. Gary Moore - All Your Love
063. Paul Rogers - Just Want To Hake Love To You
064. John Mayall - Mama Talk To Your Daughter
065. Roger Waters - Sexual Revoluton
066. Eric Clapton - Early In The Horning
067. Joe Cocker - Fever
068. Sting - Rock Steady
069. Stevie Wonder - Jesus Children Of America
070. Janis Joplin - Trust Me
071. Bonnie Raitt - What Is Success
072. Jethro Tull - It's Breaking Me Up
073. Steppenwolf - Chiken Wolf
074. Ten Years After - I Woke Up This Horning
075. The Jeff Healey Band - Don't Let Your Change Go
076. George Thorogood - The Skv Is Crying
077. Paul Rogers - Louisiana Blues
078. Aerosrmith - Reefer Head Woman
079. Gary Moore & Albert Klng - Oh Pretty Woman
080. Nazareth - Vigilante Man
081. Eric Burdon Band - Sixteen Tons
082. The Jeff Healey Band - See The Light
083. Paul Rogers - Rollin’ Stone
084. Roger Waters - What God Wants, part 1
085. Tina Turner - Rock Me Baby
086. Canned Head - Bullfrog Blues
087. Livin’ Blues - Crazy Joe (live)
088. Lynyrd Skynyrd - T For Texas (live)
089. Eric Clapton - Driftin’ Blues (live)
090. Frank Marino & Mahogany Rush - I’m A King Bee (live)
091. Gary Moore & B.B.KJng - The Thrill Is Gone (live)
092. Aerosmith - Big Ten-Inch Record (live)
093. Grand Funk - Hean Hisfreater (live)
091. Nazareth - I Want To Do Everything For You (live)
095. Robin Trower - Father On Up The Road (live)
096. Eric Clapton - Ramblin' On my Mind (live)
097. The Allman Brothers Band - Statesboro Blues (live)
093. Great White - Babe I’m Gonna Leave You (live)
099. The Doors - Close To You (live)
100. Janis Jophn - Turtle Blues



manfred mann - stormy monday blues


100 hits blues rock (2009)

100 Hits Blues Rock (2010)

parte 1    parte 2    parte 3
parte 4    parte 5    parte 6
parte 7



100 jazz greats


Tracklist CD 1
01. On The Sunny side of The Street - Nat King Cole
02. Let s Jump - Count Basie
03. Minnie The Moocher - Cab Calloway
04. Mood Indigo - Sidney Bechet
05. Just A Simple Melody - Ella Fitzgerald
06. Special Delivery Stomp - Artie Shaw
07. Miss Brown To You - Billie Holiday
08. Crazy Rhythm - Django Reinhardt
09. At The Jazz Band Ball - Bix Biederbecke
10. Jackass Blue - Fletcher Henderson
11. Raggin The Scale - Joe Venuti & His Blue Four
12. Rhythm Rhythm (I Got Rhythm) - Lionel Hampton
13. Sing Sing Sing - Benny Goodman
14. What A Difference A Day Makes - Sarah Vaughan
15. Parker s Mood - Charlie Parker
16. Skyliner - Charlie Barnett
17. Amapola - Monte Ray
18. At Woodchopper s Ball - Woody Herman
19. Embraceable - Nat King Cole
20. Darktown Woogie - Count Basie
21. Panama - Louis Armstrong
23. The Nearness of You - Glenn Miller
24. I'll Never Be The Same - Gene Krupa
25. Happy Feet - Paul Whiteman

Tracklist CD 2
01. Jazz Me Blue - Count Basie
02. Lover Come To Me Back - Ella Fitzgerald
03. Scotchin with The Soda - Nat King Cole
04. Is You Is Or IS You Ain t My Baby - Woody Herman
05. Creole Love Call - Duke Ellington
06. All Alone - Artie Shaw
07. Ain t Misbehavin - Louis Armstrong
08. Miss Annabella Lee - Stephane Grapelli & Django Reinhardt
09. Tiger Rag - Benny Goodman
10. Wild Cat - Joe Venuti Trio
11. Bird Of Paradise - Charlie Parker
12. Everytime We Say Goodbye - Lena Horne
13. Nola - Lionel Hampton
14. Lover Man - Sarah Vaughan
15. Swinging The Blue - Count Basie
16. Straighten Up & Fly Right - Nat King Cole
17. It s Wonderful - ella Fitzgerald
18. Theme - Charlie Parker
19. Yes Suh! - Louis Armstrong
20. Wa Da Da (Everybody s Doin It Now) - Bix Biederbecke
21. Black & Tan Fantasie - Dike Ellington
22. May Melancholy Baby - Benny Goodman
23. Feddle Blue - Stephane Grapelli
24. The Jumpin Jive - Cab Calloway
25. Blue skies - Artie Shaw

Tracklist CD 3
01. Perdido - Duke Ellington
02. Nagasaki - Benny Goodman
03. Honeysuckle Rose - Count Basie
04. Alligator Crawl - Louis Armstrong
05. The Shiek of Araby - Stephane Grapelli & Django Reinhardt
06. It s Only A Paper Moon - Nat King Cole
07. April In Paris - Ella Fitzgerald
08. Solitude - Duke Ellington
09. Yes Indeed - Harry James
10. Vibraphone - Artie Shaw
11. Sweet Lorraine - Artie Shaw
12. More Than You Know - Teddy Wilson
13. All of Me - Jimmy Dorsey
14. King Porter Stomp - Fletcher Henderson
15. California Here I Come - Lionel Hampton
16. All or Nothing at All - Harry James
17. Why Don t You Do Right - Peggy Lee
18. May I Never Love Again - Ted Weems
19. These Foolish Things - Benny Carter
20. Dinah - Lionel Hampton
21. Mississippi Mud - Bix Beiderbecke
22. Jersey Bounce - Ozzie Nelson
23. Dippermouth Blues - Jimmy Dorsey
24. Begin The Beguine - Artie Shaw
25. Wrap Your Troubles in Dreams - Glenn Gray

Tracklist CD 4
01. The Lady Is A Tramp - Peggy Lee
02. Christopher Columbus - Benny Goodman
03. In A Sentimental Mood - Dick Jurgens
04. In The Mood - Glenn Miller
05. Sugar Foot Stomp - Flether Henderson
06. Take The Train - Duke Ellington
07. One O clock Jump - Harry James
08. Dipsy Doodle - Larry Clinton
09. Jazz Me Blue - Count Basie
10. Takin A Chance On Love - Ella Fitzgerald
11. Doctor Jazz - Jelly Roll Morton
12. Wake Up & Live - Ella Fitzgerald
13. Maple Leaf Rag - Earl Hines Orchestra
14. Jumpin At The Woodside - Count Basie
15. Caldonia - Woody Herman
16. My Blue Heaven - Jimmy Lunceford
17. Mean To Me - Phil Napolean
18. I Can t Give You Anything but Love - Louise Arnstrong
19. Stop Look & Listen - Tommy Dorsey
20. Love Me or Leave Me - Lena Horne
21. It Don t Mean A Thing - Django Reinhardt & Grapelli
22. That s A Plenty - Red Nicholls & Miff Mole
23. South Rampart Street Parade - Bob Crosby
24. Lonesome Road - Muggsy Spanner
25. Stardust - Coleman Hawkins



benny goodman - my melancholy baby


100 jazz greats (2006)

100 Jazz Greats (2006)
CD 1    CD 2    CD 3    CD 4



100 greatest guitar solos

Guitar World - logo‘Guitar World’ é uma revista mensal sobre música devotada a guitarristas. Original dos Estados Unidos, contém entrevistas, críticas à álbuns, equipamentos e tablaturas. A revista estreou em julho de 1980, com Johnny Winter na capa. Não muito tempo atrás, os editores da revista fizeram uma enquete para descobrir o que seus leitores consideram como os melhores solos de guitarra de todos os tempos. A música ‘Stairway to heaven’, do grupo britânico Led Zeppelin, foi eleita o melhor solo de guitarra. Do quarto álbum do grupo, ‘Led Zeppelin IV’ de 1971, é considerada um dos melhores temas de rock já compostos, e é uma das mais pedidas nas emissoras de rádio britânicas e americanas. A enquete contou com a participação de 2 mil leitores, entre eles professores de música e guitarristas profissionais. Para o diretor da revista, Stephen Lawson, o resultado não foi surpresa já que o solo de Jimmy Page foi estruturado de forma brilhante. Cada guitarrista tem a sua opinião sobre alguns dos maiores solos de guitarra já gravados. Embora haja muitos que são normalmente considerados grandes, há muitos outros que não recebem tanta atenção. Segue a lista e o álbum dos 100 melhores solos de guitarra de todos os tempos.


Tracklist
001. Led Zeppelin - Stairway to Heaven
002. Van Halen - Eruption
003. Lynyrd Skynyrd - Freebird
004. Pink Floyd - Comfortably Numb
005. Jimi Hendrix - All Along the Watchtower
006. Guns N' Roses - November Rain
007. Metallica - One
008. Eagles - Hotel California
009. Black Sabbath - Crazy Train
010. Cream - Crossroads
011. Jimi Hendrix - Voodoo Child
012. Chuck Berry - Johnny B. Goode
013. Stevie Ray Vaughan - Texas Flood
014. Derek and the Dominos - Layla
015. Deep Purple - Highway Star
016. Led Zeppelin - Heartbreaker
017. Eric Johnson - Cliffs of Dover
018. Jimi Hendrix - Little Wing
019. Pantera - Floods
020. Queen - Bohemian Rhapsody
021. Pink Floyd - Time
022. Dire Straits - Sultans of Swing
023. Rage Against The Machine - Bulls on Parade
024. Metallica - Fade to Black
025. Jethro Tull - Aqualung
026. Nirvana - Smells Like Teen Spirit
027. Stevie Ray Vaughan - Pride and Joy
028. Ozzy Ozborne - Mr. Crowley
029. Steve Vai - For the Love of God
030. Joe Satriani - Surfing With the Alien
031. Ted Nugent - Stranglehold
032. Jimi Hendrix - Machine Gun
033. B.B King - The Thrill Is Gone
034. Radiohead - Paranoid Android
035. Pantera - Cemetery Gates
036. Yngwie Malmsteen - Black Star
037. Guns N' Roses - Sweet Child O' Mine
038. Led Zeppelin - Whole Lotta Love
039. Neil Young - Cortez the Killer
040. Steely Dan - Reelin' in the Years
041. Queen - Brighton Rock
042. Beatles - While My Guitar Gently Weeps
043. ZZ Top - Sharp Dressed Man
044. Pearl Jam - Alive
045. Doors - Light My Fire
046. Van Halen - Hot for Teacher
047. Allman Brothers Band - Jessica
048. Rolling Stones - Sympathy for the Devil
049. Santana - Europa
050. Kiss - Shock Me
051. Ozzie Ozborne - No More Tears
052. Jimi Hendrix - Star-Spangled Banner
053. Led Zeppelin - Since I've Been Loving You
054. Smashing Pumpkins - Geek USA
055. Joe Satriani - Satch Boogie
056. Black Sabbath - War Pigs
057. Pantera - Walk
058. Eric Clapton - Cocaine
059. Kinks - You Really Got Me
060. Frank Zappa - Zoot Allures
061. Metallica - Master of Puppets
062. Pink Floyd - Money
063. Red Hot Chili Peppers - Scar Tissue
064. Prince - Little Red Corvette
065. Allman Brothers - Blue Sky
066. Iron Maiden - The Number of the Beast
067. Michael Jackson feat. Eddie Van Halen - Beat It
068. Yes - Starship Trooper
069. Beatles - And Your Bird Can Sing
070. Jimi Hendrix - Purple Haze
071. Funkadelic - Maggot Brain
072. Aerosmith - Walk This Way
073. Phish - Stash
074. Deep Purple - Lazy
075. The Who - Won't Get Fooled Again
076. Neil Young - Cinnamon Girl
077. Alice In Chains - Man in the Box
078. Grateful Dead - Truckin'
079. Van Halen - Mean Street
080. AC-DC - You Shook Me All Night Long
081. The Velvet Underground - Sweet Jane
082. King Crimson - 21st Century Schizoid Man
083. Stevie Ray Vaughan - Scuttle Buttin'
084. UFO - Lights Out
085. David Bowie - Moonage Daydream
086. Allman Brothers Band - Whipping Post
087. Johnny Winter - Highway 61 Revisited
088. Steely Dan - Kid Charlemagne
089. Rage Against the Machine - Killing in the Name
090. Eric Clapton - Let It Rain
091. Creedence Clearwater Revival - Heard It Through the Grapevine
092. Stray Cats - Stray Cat Strut
093. The Doors - The End
094. Rush - Working Man
095. Pearl Jam - Yellow Ledbetter
096. Rolling Stones - Honky Tonk Woman
097. Judas Priest - Beyond the Realms of Death
098. Dream Theater - Under a Glass Moon
099. Jeff Beck - Cause We've Ended as Lovers
100. Bon Jovi - Wanted Dead or Alive



led zeppelin - stairway to heaven


100 greatest guitar solos (2008)

100 Greatest Guitar Solos (2008)

parte 1    parte 2    parte 3
parte 4



abba

abbaGrupo pop sueco menosprezado pelos puristas do rock, mas admirado por pessoas tão diversas como Nelson Mandela e Kurt Cobain, era especializado em canções de amor e ficou conhecido por seu visual moderno e divertido. O ABBA que cultivava um estilo pop alegre, que raramente permitia a exploração de temas sérios, alcançou sucesso mundial sem precedentes nos anos 70. Suas músicas se mantinham nas primeiras colocações das paradas superadas apenas pelas dos ‘Beatles’ e algumas delas foram destinadas às discotecas tão em voga no final da década. As músicas do grupo, de gosto duvidoso para vários observadores, não pareciam candidatas a perdurarem, mas mesmo depois da separação em 1983, o sucesso do ABBA provou ser mais do que temporário, ainda hoje, cada nova compilação do grupo atrai novos fãs. A origem do grupo remonta a 1966 quando o tecladista e vocalista Benny Andersson, membro da banda de rock ‘Hep Stars’, que ninguém jamais ouviu falar, mas na Suécia era comparada aos ‘Beatles’, se juntou ao guitarrista e vocalista Björn Ulvaeus, líder da banda de folk-rock ‘Hootenanny Singers’. Os dois começaram a compor para as produtoras ‘Polar Music’ e ‘União Songs’, comandadas por Stig Anderson, ele próprio um compositor e guitarrista de sucesso nas décadas de 50 e 60. Ao mesmo tempo, tanto Benny Andersson quanto Björn Ulvaeus faziam parte de um projeto musical com suas respectivas namoradas: Anni-Frid Lyngstad (também chamada Frida), cantora de jazz, famosa ao vencer um concurso de talentos nacionais e Agnetha Faltskog, vocalista com o recente hit de sucesso ‘I Was So in Love’, número um nas paradas suecas.

Em 1971, Agnetha Faltskog aventurou-se em um trabalho teatral, aceitando o papel de Maria Madalena na produção ‘Jesus Cristo Superstar’ de Andrew Lloyd Webber e sua participação no musical com a música ‘Don't Know How to Love Him’ foi um sucesso significativo. No ano seguinte, a dupla Benny Andersson e Björn Ulvaeus teve um enorme sucesso internacional com ‘People Need Love’, que incluiam Agnetha Faltskog e Anni-Frid Lyngstad nos vocais de apoio. O sucesso do disco fez com que em 1973 recebessem o convite para participarem como representantes suecos no programa anual, televisionado para 32 países e visto por centenas de milhões de pessoas, ‘Eurovision’, onde, sob o nome ‘Björn, Benny, Agnetha & Frida’, eles apresentaram ‘Ring Ring’, a preferida entre o público, mas para os juízes digna de um terceiro lugar.

abba

Björn Ulvaeus, Agnetha Faltskog, Anni-Frid Lyngstad, e Benny Andersson

No ano seguinte, por sugestão do produtor Stig Anderson o grupo foi rebatizado de ABBA, acrônimo dos primeiro nomes dos integrantes, e agora inspirados pelo glam rock que crescia na Inglaterra o quarteto apresentou o single ‘Waterloo’, assumidamente glam, e se tornou o primeiro grupo da Suécia a ganhar no ‘Festival Eurovision’. O primeiro de muitos sucessos internacionais. Em 1975 gravaram ‘S.O.S’, sucesso não só na América e na Grã-Bretanha, mas em vários outros países. E com uma série de outros hits a popularidade do ABBA continuou até 1977. Em 1978, o casamento de seis anos de Björn Ulvaeus e Agnetha Fältskog se dissolveu e o longo relacionamento entre Benny Andersson e Anni-Frid Lyngstad também se desfez. E todo o sofrimento da separação foi refletido nas canções do álbum ‘Voulez-Vous’ de 1979 e continuou a refletir nas canções do álbum ‘Super Trouper’ do ano seguinte.

No início dos anos 80, várias canções do ABBA eram estruturas complexas e o último álbum de estúdio ‘The Visitors’, de 1981, mostrava uma maturidade maior. ‘The Day Before You Came’ de 1982, um dos últimos singles do grupo, era mais um apelo dramático do que uma simples música pop dance. E o quarteto foi oficialmente dissolvido após o lançamento do single ‘Under Attack’ em 1982. E cada um deles embarcou em novos projetos. Tanto Agnetha quanto Anni-Frid lançaram discos solo, enquanto Andersson e Ulvaeus colaboraram no musical ‘Chess’ com o letrista britânico Tim Rice, famoso por sua colaboração com o compositor Andrew Lloyd Webber no enorme sucesso da ópera rock ‘Jesus Christ Superstar’. Entretanto, nenhum dos quatro provou o sucesso que obtiveram com o ABBA, principalmente porque em grande parte dos países, especialmente na Austrália e nos da Europa nunca o fenômeno ABBA deixou de existir. Compilações de álbuns e hits continuaram a frequentar as paradas por muito tempo depois da morte do grupo e novos artistas se inspiraram no quarteto e encontraram sucesso como o grupo australiano ‘Bjorn Again’, simples imitadores do ABBA; a dupla britânica ‘Erasure’ que lançou um CD com quatro músicas covers do ABBA, que chegaram ao topo das paradas no Reino Unido, enquanto um disco da ‘Orquestra Filarmônica de Munique’ mostrou Andersson e Ulvaeus como os artesãos musicais.

abba

E o lugar do ABBA na história mundial da música popular foi progressivamente crescendo em importância. Em 1990, com a volta do pop dançante, vários hits do grupo voltaram com o apoio da opinião pública e ficaram em diversas paradas musicais. Esse avivamento foi liderado em parte pela turma do arco-íris, os gays, cuja afeição pela música do ABBA sempre foi imensa e eterna. Em 1993, Andersson e Ulvaeus se juntaram ao grupo irlandês U2 no palco de Estocolmo e apresentaram ‘Dancing Queen’. Em 1995 as músicas do ABBA fizeram parte do filme australiano ‘Muriel's Wedding’ (O Casamento de Muriel) cuja protagonista, uma moça desengonçada de uma família problemática e vivendo uma rotina enfadonha, procura ser feliz ouvindo as músicas do ABBA de quem é fã incondicional. ‘Mamma Mia!’ o filme musical/comédia romântica de 2008 foi baseado em canções de sucesso do grupo e com músicas adicionais compostas por Benny Andersson. O título se origina da música de mesmo nome, sucesso nas paradas de 1975. E os dois filmes ajudaram a apresentar o grupo sueco a uma nova geração de fãs.

Curiosidades

- Frida casou-se em 1992 com o príncipe da Suíça Ruzzo Reuss, que morreu de câncer em 1999. Mora atualmente na Suíça, e está envolvida em organizações de proteção ambiental. Eventualmente participa de discos de outros artistas, como da cantora lírica italiana Floripa Giordano e do ex-Deep Purple Jon Lord.
- Agnetha casou-se com um cirurgião sueco em 1990, mas a união durou apenas dois anos. Atualmente mora em uma ilha em Estocolmo.
- Björn casou-se com Lena Kallersjö em 1981 e mora em Londres. Benny é casado com Mona, e também mora em Londres.
- ABBA é um acrônimo dos primeiros nomes dos quatro integrantes do grupo. Agneta Faltskog, Bjorn Ulvaeus, Benny Anderson e Anni-Frid Lyngstad. A palavra em si quer dizer Papai (ou paizinho) em hebraico.
- O nome ABBA também era de uma empresa de iscas para pesca muito popular na Suécia, mas como não era conhecida no resto do mundo, a banda achou que não teria problema em usar o mesmo nome e que não haveria confusão. Houve. Algum tempo depois, a banda comprou os direitos do uso do nome e os donos da empresa de iscas receberam uma bela indenização.
- Em 1978, o grupo era tão bem sucedido que tinha seu próprio estúdio de gravação em Estocolmo, na Suécia, onde outras bandas também podiam usá-lo. O ‘Led Zeppelin’ gravou seu disco ‘In Through the Out Door’ nos estúdios do ABBA.
- Em 2000 o grupo recusou uma oferta de aparentemente 1 bilhão de dólares para realizar uma turnê mundial.
- O ex-baterista da banda Ola Brunkert foi encontrado morto no jardim de sua casa na ilha espanhola de Mallorca em 2008, vítima de um acidente doméstico por ter tropeçado e quebrado o vidro da porta que cortou o seu pescoço, inconsciente morreu por causa do sangramento.
- Pelo menos três canções do ABBA foram usadas em comerciais: ‘I Am Just A Girl’ em 1973 pela Kodak, no Japão. ‘Fernando’ em 1976 pela National/Panasonic japonesa, e ‘Slipping Through My Fingers’ em 1981 pela Coca-Cola, também no Japão.
- A parceria entre Benny e Bjorn ainda permanece na produção de musicais como o ‘Mamma Mia!’.

abba - thank you for the music (1994)

Thank You For The Music (1995)
CD 1    CD 2    CD 3    CD 4

CD 1
01. People Need Love 02. Another Town, Another Train 03. He Is Your Brother 04. Love Isn't Easy 05. Ring Ring 06. Waterloo 07. Hasta Manana 08. Honey Honey 09. Dance (While The Music Still Goes On) 10. So Long 11. I've Been Waiting For You 12. I Do, I Do, I Do, I Do, I Do 13. S.O.S. 14. Mamma Mia 15. Fernando 16. Dancing Queen 17. That's Me 18. When I Kissed The Teacher 19. Money, Money, Money 20. Crazy World 21. My Love, My Life

CD 2
01. Knowing Me, Knowing You 02. Happy Hawaii 03. The Name Of The Game 04. I Wonder (Departure) (Live Version) 05. Eagle 06. Take A Chance On Me 07. Thank You For The Music 08. Summer Night City 09. Chiquitita 10. Lovelight 11. Does Your Mother Know 12. Voulez-Vous 13. Angel Eyes 14. Gimme! Gimme! Gimme! 15. I Have A Dream

CD 3
01. The Winner Takes It All 02. Elaine 03. Super Trouper 04. Lay All Your Love On Me 05. On And On And On 06. Our Last Summer 07. The Way Old Friends Do 08. The Visitors 09. One Of Us 10. Should I Laugh Or Cry 11. Head Over Heels 12. When All Is Said And Done 13. Like An Angel Passing Through My Room 14. The Day Before You Came 15. Cassandra 16. Under Attack

CD 4
01. Put On Your White Sombrero 02. Dream World 03. Thank You For The Music 04. Hej Gamle Man 05. Merry-Go-Round 06. Santa Rosa 07. She's My Kind Of Girl 08. Medley: Pick A Bale Of Cotton - On Top Of Old Smokey - Midnight Special 09. You Owe Me One 10. Slipping Through My Fingers/Me And I 11. Abba Undeleted 12. Waterloo (French/Swedish) 13. Ring Ring (Swedish/Spanish/German) 14. Honey Honey (Swedish)

abba - dancing queen



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...