jazz ballads: 17-18

Jazz Ballads 17: Tenor Giants
Jazz Ballads 18: Art Tatum

saxofonistas tenores

O saxofone tenor tornou-se mais conhecido do público em geral através do seu uso freqüente no jazz. Foi o gênio pioneiro de Coleman Hawkins em 1930, que deu ao saxofone tenor o seu papel tradicional de acrescentar peso ao conjunto. Como resultado de sua proeminência no jazz norte-americano, o instrumento também tem destaque em outros gêneros, e foi dito que muitas inovações na música americana foram iniciadas por saxofonistas tenores. De fato, os instrumentistas que mais gravaram nas duas últimas décadas provavelmente foram os saxtenoristas, ocupando o lugar que já foi dos trompetistas. Essa proeminência se deve, em grande parte, à atração que o jazz fusion tem pelo tenor da família de instrumentos inventados pelo belga Adolphe Sax. Um conjunto típico de jazz fusion na atualidade se compõe de sax tenor ou soprano, teclados eletrônicos, guitarra, contrabaixo elétrico e bateria. No entanto, o sax tenor tem uma rica história que antecede em muito os modismos recentes, e que remonta a mestres como Coleman Hawkins e Lester Young.

- Dexter Gordon é considerado o principal saxofonista tenor a emergir durante a era do bebop. Começou estudando clarinete, que depois trocou pelo sax tenor. Sua carreira começou em 1940 com Lionel Hampton. Já em 1941 o grande Coleman Hawkins afirmou que Dexter era um de seus tenoristas favoritos. Dexter tocou em seguida com Nat King Cole, Lester Young, Fletcher Henderson e Louis Armstrong. Também tocou com Dizzy Gillespie. Um de seus principais parceiros era Wardell Gray, com quem também travou batalhas de tenores que ficaram célebres.

- Wardell Gray foi um saxofonista tenor de jazz que navegava no swing e bebop. Foi um dos tenores a surgir durante a era bop junto com Dexter Gordon e Teddy Edwards e influenciado por Lester Young. Ele cresceu em Detroit, tocando em bandas locais. E depois com Earl Hines. Quando se mudou para Los Angeles se tornou uma parte importante da cena do jazz com Dexter Gordon. Gray gravou com Charlie Parker e com Benny Goodman. De volta a Nova York tocou e gravou com Tadd Dameron e Count Basie.

- Sonny Stitt foi um dos saxofonistas mais ativos do jazz dos anos 1950 até sua morte em 1982. Quando Stitt entrou no mundo do jazz o difícil estilo bebop estava apenas começando a crescer. Especializando-se em tenor e saxofone alto, Stitt também tocava sax barítono e mais raro ainda o saxofone Varitone que chegou ao mercado em 1960. Não é tão conhecido como alguns de seus contemporâneos, mas Sonny Stitt ajudou a fazer o saxofone mais estreitamente identificado com o jazz em geral.

- Illinois Jacquet nascido Jean-Baptiste Jacquet se juntou a Milton Larkin Orquestra com 15 anos, e depois à Orquestra de Lionel Hampton. Tocou na banda de Count Basie, e formou seu próprio sexteto Illinois Jacquet Big Band. É considerado o primeiro solista de sax de R&B e gerou toda uma geração de tenores mais jovens e seu tom emocional forte o definiu como o som da escola tenor do Texas.

- Al Cohn foi um excelente saxofonista, arranjador e compositor, e muito admirado pelos seus colegas músicos. Mas foi quando substituiu Herbie Steward que Cohn começou a causar uma forte impressão. Ele realmente foi ofuscado por Stan Getz e Zoot Sims durante este período, mas, ao contrário dos outros dois tenores, ele também contribuiu com arranjos.

- John Haley ‘Zoot’ Sims seguindo os passos de Lester Young era um saxofonista tenor inovador. Ao longo de sua carreira, tocou com bandas de renome, incluindo Benny Goodman, Artie Shaw, Stan Kenton e Buddy Rich. Sims era conhecido entre seus pares como um dos mais fortes swingers.

- Flip Phillips, que irritou alguns críticos no início, foi um excelente saxofonista tenor que inicialmente tocava clarinete em um restaurante do Brooklyn durante os anos 30 e depois passou um tempo nas bandas de Benny Goodman.

- Bill Harris no início de sua carreira, tocou com Benny Goodman, Charlie Barnet e Eddie Condon. Juntamente com Flip Phillips, ele se tornou um dos esteios do grupo de Benny Goodman em 1959. Mais tarde, Harris trabalhou em Las Vegas.

art tatumArthur ‘Art’ Tatum Jr. é idolatrado por instrumentistas e elogiado por músicos como Vladimir Horowitz e George Gerschwin. Um dos gênios máximos do piano jazzístico moderno, um solista por excelência, e um virtuose incomparável. Nascido com catarata nos dois olhos, Tatum era quase totalmente cego. Ele lia música em Braille, mas seu ouvido sensível fazia a leitura quase desnecessária. Ele tocou em casas noturnas e no rádio antes de ir a Nova York em 1932 e trabalhou com bandas e seu próprio trio, mas normalmente aparecia como solista nos clubes. Influenciado por Fats Waller e Earl Hines suas habilidades técnicas e leveza foram sem precedentes, tinha um senso infalível de ritmo e swing, e foi capaz de uma velocidade surpreendente e elaborações intrincadas de melodia.


Jazz Ballads 17: Tenor Giants
CD 1
01. Dexter Gordon - It’s The Talk Of The Town
02. Dexter Gordon - Ghost Of A Chance
03. Dexter Gordon - Sweet And Lovely
04. Dexter Gordon - Dexter’s Mood
05. Dexter Gordon - I Can’t Escape From You
06. Wardell Gray - The Man I Love
07. Wardell Gray - Easy Living
08. Wardell Gray - Sweet Lorraine
09. Wardell Gray - A Sinner Kissed An Angel
10. Wardell Gray - Talk Of The Town
11. Sonny Stitt - Sunset
12. Sonny Stitt - They Say It’s Wonderful
13. Sonny Stitt - Body And Soul
14. Sonny Stitt - If I Had You
15. Sonny Stitt - Ain’t Misbehavin’
16. Illinois Jacquet - Don’t Blame Me
17. Illinois Jacquet - Black Velvet
18. Illinois Jacquet - Blue Nocturne
19. Illinois Jacquet - September Song
20. Illinois Jacquet - It’s The Talk Of The Town

CD 2
01. Al Cohn Quartet - How Long Has This Been Going On?
02. Zoot Sims Quartet - My Silent Love
03. Zoot Sims Quartet - Dancing In The Dark
04. Zoot Sims Quartet - Memories Of You
05. Zoot Sims Quartet - East Of The Sun
06. Flip Phillips Fliptet - A Melody Form The Sky
07. Bill Harris and His Septet - Mean To Me
08. Bill Harris and His Septet - She’s Funny That Way
09. Flip Phillips Hiptet - Why Shouldn’t I?
10. Flip Phillips Hiptet - More Than You Know
11. Flip Phillips Quintet - My Old Flame
12. Flip Phillips Quartet - But Beautiful
13. Flip Phillips Quartet - Don’t Take Your Love From Me
14. Flip Phillips Quintet - Stardust
15. Flip Phillips and His Orchestra - Goodbye
16. Flip Phillips and His Orchestra - Someone To Watch Over Me
17. Flip Phillips Sextet - If I Had You

Jazz Ballads 18: Art Tatum
CD 1
01. Can’t We Be Friends
02. Memories of You
03. Over the Rainbow
04. Body and Soul
05. The Man I Love
06. Semptember Song
07. Louise
08. Love for Sale
09. Embraceable You
10. Come Rain or Come Shine
11. Tenderly
12. I’ve Got a World on a String
13. Someone to Watch over Me
14. The Very Thought of You
15. (I Don’t Stand A) Ghost of A Chance

CD 2
01. Stardust
02. I Cover the Waterfront
03. Where or When
04. All the Things You Are
05. In A Sentimental Mood
06. Without a Song
07. I’m In the Mood for Love
08. Danny Boy
09. They Can’t Take That Away From Me
10. It’s The Talk of the Town
11. When a Woman Loves A Man
12. Willow Weep for Me
13. Smoke Gets In Your Eyes



Jazz Ballads 17:
Tenor Giants

CD 1    CD 2

Jazz Ballads 17: Tenor Giants

Jazz Ballads 18:
Art Tatum

CD 1    CD 2

Jazz Ballads 18: Art Tatum



Um comentário:

Fluzão Eterno disse...

Criei um blog sobre meu time de coração que é Fluminense e gostaria de perguntar
se você poderia me ajudar fazendo uma parceria de link comigo,desde já muito
obrigado e parabéns pelo seu blog:
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Fluzão Eterno

Ainda tenho o
http://fazendadohumor.blogspot.com/
Humor
http://atualinformaticanews.blogspot.com/
Informatica
http://www.heroisdavida.blogspot.com/
Vida de bombeiro
http://centraldoamorvirtual.blogspot.com/
Mensagens

Por favor me ajude com essa parceria de link ai,um abração e fico na torcida para
que você aceite

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...