little walter

little walterEle é considerado um dos maiores gaitistas de blues de Chicago do pós-guerra. Sua ousadia e inovações instrumentais foram tão surpreendentes, e à frente de seu tempo que às vezes ostentava uma sensibilidade de jazz. Little Walter, que tocou o instrumento na banda do guitarrista e pioneiro do blues de Chicago, Muddy Waters, forjou um estilo de tocar gaita inteiramente original que influenciou praticamente todos os outros instrumentistas que vieram depois. Criou diferentes tipos de blues e seu estilo era tão revolucionário que às vezes parecia que estava soprando um saxofone. A combinação da gaita de Little Walter com a guitarra de Muddy Waters ajudou a transformar o blues de uma música rural para um som que refletia as novas condições urbanas da América negra. A ele é creditado como o responsável pela elaboração do vocabulário padrão para o blues moderno e o rock blues.

Marion Walter Jacobs cresceu na pobreza rural em uma fazenda em Alexandria e foi, pela maioria dos relatos, mais um talentoso e desordeiro que abandonou, aos 12 anos, sua casa rural em Louisiana para conquistar as luzes brilhantes de New Orleans. Walter viajou para o norte, aos 14 nos parou em Helena, Arkansas onde conheceu Rice Miller (Sonny Boy Williamson), que, juntamente com Walter Horton, deu-lhe indicações sobre a gaita. Seguiu para Memphis e St. Louis antes de chegar a Chicago em 1947 e com Honeyboy Edwards tocar guitarra nas ruas para manter-se vivo. Rapidamente se familiarizou com o blues local de estrelas como Tampa Red e Big Bill Broonzy e tornou-se parte do cenário da lendária Maxwell Street. Ele impressionou especialmente o guitarrista Jimmy Rogers que o apresentou a Muddy Waters. Gravou com o cantor Othum Brown para a minúscula etiqueta ‘Ora Nelle’. Em 1948 uniu forças com Jimmy Rogers e Muddy Waters, núcleo do que viria a ser a mais célebre banda de blues. Little Walter começou a gravar com Muddy em 1950, em primeiro lugar no rótulo ‘Parkway’, e depois na ‘Chess’ até seus últimos dias.

little walter

Elmore James, Sonny Boy II, Tommy McClennan e Little Walter
(Chicago - 1953)

Little Walter se frustrava por ter sua gaita abafada pelas guitarras elétricas e começou a utilizar um método simples: em suas mãos em concha ele acomodava um pequeno microfone juntamente com sua gaita, e ligava o microfone em um amplificador de guitarra. Assim, ele poderia competir com o volume de qualquer guitarrista e foi seguido por outros gaitistas como Sonny Boy Williamson I e Snooky Pryor , que também começaram a utilizar a nova tecnologia. Com a música ‘Long Distance Call’, Little Walter se tornou o primeiro a gravar a gaita com amplificador e foi destaque em muitas das gravações de Muddy Waters, gravações que são hoje considerados clássicos do blues como ‘Louisiana Blues’ e ‘Honey Bee’, um registro raro em que tocou guitarra. Apesar do seu sucesso musical, Little Walter tinha graves problemas; propenso a beber, constantemente se envolvia em brigas. O único que conseguia controlá-lo, ao que parece, era Muddy Waters. Em 1952, gravou o instrumental ‘Juke’, com seu próprio nome e se tornou um enorme sucesso.

little walter

Outro grande sucesso foi ‘My Babe’ em 1955, composta por Willie Dixon. Ele deixou a banda de Waters para formar o seu próprio grupo, mas continuou a gravar com ele. A partir de então, gravou uma série de discos, mas tudo isso mudou quando o 'rock and roll’ surgiu e as vendas de discos caíram. No final dos anos 1950 tornou-se instável e imprevisível e o abuso de bebidas e drogas e seu temperamento ainda o atormentavam. Tragicamente, os anos 60 viram o gênio da gaita em um estado constante de alcoolismo e o seu rosto outrora bonito tornar-se um roteiro de cicatrizes. Em 1964, ele visitou a Inglaterra com os ‘Rolling Stones’, mas as suas habilidades prodigiosas de outrora foram vacilantes. Fotos tiradas da época mostram um homem abatido e o vício o levou à destruição violenta em 1968. Envolvido em uma briga de rua morreu devido aos ferimentos. Ele tinha apenas 37 anos. Little Walter exerceu uma poderosa influência sobre o rock e ecoou nas gravações de blues de grupos britânicos como ‘Cream’ e ‘Paul Butterfield Blues Band’. E sua influência continua. Não existe na face da Terra, um gaitista de blues que não adore Little Walter.

little walter - juke



little walter - The Complete Chess Masters (1950-1967)

The Complete Chess Masters (1950-1967)
CD 1    CD 2    CD 3    CD 4    CD 5

Tracklist CD 1
01. Evans Shuffle 02. Juke (Single Version) 03. Juke (Alternate Take) 04. Can't Hold Out Much Longer 05. Can't Hold Out Much Longer (Alternate) 06. Blue Midnight (Alternate Take) 07. Blue Midnight 08. Boogie 09. Mean Old World 10. Sad Hours 11. Fast Boogie 12. Fast Boogie (Alternate 1) 13. Fast Boogie (Alternate 2) 14. Fast Boogie (Alternate 3) 15. Don't Need No Horse 16. Driftin' 17. Driftin' (Alternate) 18. Don't Have To Hunt No More 19. Crazy Legs 20. Tonight with a Fool 21. Off The Wall (Alternate Version) 22. Off The Wall 23. Tell Me Mama 24. Quarter To Twelve 25. That's It

Tracklist CD 2
01. Blues with a Feeling (Alternate Take) 02. Blues with a Feeling 03. Last Boogie 04. Too Late 05. Fast Boogie 06. Lights Out 07. Fast Large One 08. You're So Fine 09. My Kind of Baby 10. Come Back Baby 11. Rocker 12. I Love You So (Oh Baby) 13. Oh Baby 14. I Got To Find My Baby (Alternate Take) 15. I Got To Find My Baby 16. Big Leg Mama 17. Mercy Babe (My Babe) 18. Last Night 19. You Better Watch Yourself 20. Blue Light 21. Instrumental 22. Last Night 23. Mellow Down Easy 24. My Babe 25. My Babe (Overdubbed Version)

Tracklist CD 3
01. Thunderbird 02. Roller Coaster 03. I Got to Go 04. Hate to See You Go 05. Little Girl 06. Crazy for My Baby 07. Can't Stop Lovin' You 08. One More Chance with You 09. Who 10. Boom, Boom Out Goes the Light 11. It Ain't Right 12. Flying Saucer 13. It's Too Late Brother 14. Teenage Beat 15. Take Me Back 16. Just a Feeling 17. Nobody but You 18. Temperature (Version 1) 19. Shake Dancer 20. Everybody Needs Somebody 21. Temperature (Alternate 1) 22. Temperature (Alternate 2) 23. Temperature (Take 30) 24. Temperature (Take 35-38) 25. Temperature (Version 2) 26. Ah'w Baby (Alternate)

Tracklist CD 4
01. Ah'w Baby 02. I've had My Fun (Alternate) 03. I've had My Fun (Alternate 2) 04. I've had My Fun 05. The Toddle 06. Confessin' the Blues 07. Keyto The Highway 08. Rock Bottom 09. Rock Bottom 10. Walkin' On 11. You Gonna Be Sorry (Someday Baby) (Take 5) 12. You Gonna Be Sorry (Someday Baby) (Alt.) 13. You Gonna Be Sorry (Someday Baby) 14. One of These Mornings (Instrumental) 15. Baby 16. My Baby Is Sweeter (Alternate) 17. My Baby Is Sweeter 18. Crazy Mixed Up World (Alternate) 19. Crazy Mixed Up World 20. Worried Life (Alternate) 21. Worried Life 22. Everything's Gonna Be Alright (Take 1) 23. Everything's Gonna Be Alright (Alternate 1) 24. Everything's Gonna Be Alright (Alternate 2) 25. Everything's Gonna Be Alright 26. Mean Old Frisco (Alternate) 27. Mean Old Frisco

Tracklist CD 5
01. Back Track 02. One of These Mornings 03. Blue and Lonesome (Alternate) 04. Blue and Lonesome 05. Me and Piney Brown 06. Break It Up 07. Going Down Slow 08. You're Sweet 09. I Don't Play 10. As Long As I Have You 11. You Don't Know 12. Just your Fool 13. Up The Line 14. I'm A Business Man 15. Dead Presidents 16. Southern Feeling 17. Back in the Alley 18. I Feel So Bad (Take 1) 19. I Feel So Bad (Take 2) 20. Chicken Shack 21. Feel So Bad 22. Make It Alright 23. Juke

Um comentário:

Blindman disse...

putz, muito obrigado por essa pérola postada. Little Walter foi um gênio.
grande abraço
blindman

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...