tchaikovsky: preconceito e desilusão

TchaikovskyPiotr Ilyitch Tchaikovsky, o compositor russo mais conhecido do planeta era homossexual, sofreu com o preconceito de contemporâneos e com inúmeras desilusões amorosas. A difícil experiência de vida foi a grande responsável por sua música, altamente emotiva, dramática e carregada de sentimentos. Tchaikovsky nasceu em 1840, na cidade russa de Votkinsk. Um dos seis filhos de uma família de classe média russa, e que teve as primeiras impressões musicais com as canções populares cantadas pela mãe a quem adorava. Aos cinco anos, aprendeu a tocar piano. Desde pequeno apresentava personalidade frágil. ‘Uma criança de vidro’, sintetizou a governanta que o educou. A família decidiu que ele deveria tornar-se um advogado e o matriculou na Escola de Direito de São Petersburgo. Neste período, quando tinha 14 anos, ocorreu um dos piores episódios de sua vida: a morte da mãe, que desencadeou no adolescente uma profunda depressão, seguida por fortes crises.

Ao encerrar os estudos, Tchaikovsky começou a trabalhar no Ministério da Justiça. Ele era um péssimo funcionário e sentia-se desprezado por todos. Nesta época, passou um longo período gozando dos prazeres dos salões mundanos. Em uma carta a uma amiga, Tchaikovsky fez algumas definições em relação ao amor: ‘Você pergunta se eu conheci outro amor que não o platônico. Sim e não. Se a questão me tivesse sido colocada de outra forma: 'Você experimentou a felicidade de um amor completo?’. Minha resposta seria: não, não e não! Mas pergunte-me se sou capaz de compreender a força imensa do amor, e eu lhe direi: sim, sim e sim!’. Com pouco mais de 20 anos, mesmo considerado ‘velho’ para estudar música, ingressou no Conservatório de São Petersburgo. Lá, ele seguiu os cursos de composição, piano e flauta, além de adquirir noções de órgão. Um grande esforço fez com que ele progredisse rapidamente. Neste período, compôs as primeiras obras sérias, em especial, a primeira sinfonia, ‘Sonhos de Inverno’. O trabalho quase o levou à loucura, causando-lhe angústias e alucinações.

Logo depois, realizou uma série de concertos internacionais e sua obra foi aclamada em diversas capitais européias. Apesar do sucesso crescente, a vida solitária, o temperamento amargurado e a extrema timidez o mantinham sempre à beira de um colapso nervoso. Com a esperança de resolver alguns de seus problemas, como a questão relacionada à sexualidade, contraiu um desastroso casamento, que não chegou sequer a se consumar. Separou-se em pouco tempo. Ele morreu em 1893, aos 53 anos, ao contrair cólera depois de beber um copo de água não fervida.

A obra '1812 Overture' descreve o momento de confronto entre o exército russo e o de Napoleão e é conhecida pela sua sequência de tiros de canhão que é, em alguns concertos ao ar livre, executada com canhões reais. Embora a obra não tenha nenhuma conexão com os Estados Unidos da América, não sei porque, muitas vezes é executada juntamente com músicas patrióticas naquele país.

tchaikovsky - 1812 overture, op.49 (conclusion)


A obra '1812 Overture' foi composta entre 1880 e 1881 graças a encomenda do diretor dos Concertos da Sociedade Imperial Russa, Nicolas Rubinstein. Na Rússia, naquele período, diversos acontecimentos solenes estavam prestes a acontecer: a exposição universal das artes em Moscou; o aniversário de coroação de Czar; a criação da nova catedral do Cristo Redentor; a comemoração dos 70 anos da vitória russa sobre Napoleão. Rubistein disse a Tchaikovsky, que esse era o momento ideal para compor alguma obra que servisse em ocasiões solenes e que essa obra iria alavancar a popularidade de Tchaikovsky e com certeza ajudá-lo muito financeiramente. Tchaikovsky não gostava desse tipo de encomenda, mas aceitou a proposta e começou, mesmo que sem muita vontade, a trabalhar em sua nova obra que comemoraria os 70 anos da vitória russa sobre Napoleão.

Napoleão e seu exército eram temidos e considerados insuperáveis. Tanto é, que em sua campanha contra o império russo, em 1812, a França saiu inicialmente vitoriosa na Batalha de Borodin. O que Napoleão não contava, era o rigoroso inverno russo e a epidemia de tifo, que fizeram com que Napoleão ordenasse uma retirada desordenada e catastrófica. Seu exército, que antes era de 600.000, foi reduzido a 40.000. Essa ‘intervenção mágica’ a favor da Rússia é retratada na obra quando Tchaikovsky contrapõe três principais temas: a oração, o hino da Rússia e o hino da França, complementados com fragmentos do folclore russo. Apesar de não estar entre suas maiores obras e de ser considerada por muitos uma obra clichê e superficial, a ‘1812 Overture’ é, de fato, uma obra genial, orquestrada e estruturada de forma brilhante, contendo um caráter emotivo bastante forte, muito comum em todas as músicas de Tchaikovsky, é talvez uma das obras mais famosas e queridas pelo público em geral.

Canhões já haviam sido empregados na música russa no ‘Te Deum’ que Giuseppe Sarti escreveu em 1789 para o Príncipe Potemkin. Para a execução nas salas de concertos, eles normalmente são previamente gravados, assim como deveriam ser os sinos. O concerto da estréia ocorreria na praça em frente ao Kremlin com orquestra, banda de metais, coro, canhões que disparariam 16 tiros acionados pelo regente através de dispositivos elétricos além dos sinos das torres do Kremlin, incluindo aí os da nova catedral. Mas nada disso aconteceu realmente, a peça só foi estreada muito tempo depois em uma sala de concertos. A ‘1812 Overture’ começa com um lindo coro baseado no hino ‘Deus ajude vosso povo’ da igreja ortodoxa russa. (por John Blanch)

tchaikovsky - 1812 overture

1812 Overture (2001)

Tracklist
01. 1812 Overture, Op. 49
02. Polonaise from Eugene Onegin, Op. 24
03. Capriccio Italien, Op. 45
04. Marche Slave, Op. 31
05. Waltz from Eugene Onegin, Op. 24
06. Festival Coronation March
07. Cossack Dance from Mazeppa

Tchaikovsky - The No 1 Tchaikovsky Album

The No 1 Tchaikovsky Album
CD 1    CD 2

Tracklist CD 1
01. Piano Concerto No 1 - Allegro
02. Sleeping Beauty - Adagio (Pas D'action)
03. Romeo & Juliet - Love Theme
04. Symphony No. 6 Pathetique - Adagio
05. Swan Lake - Scene (Act Ii)
06. Swan Lake - Waltz (Act I)
07. Swan Lake - Dance Of The Little Swans
08. Souvenir De Florence - Adagio
09. Souvenir D'un Lieu Cher - Melodie
10. The Seasons - June Barcarolle
11. Eugene Onegin - Waltz
12. Piano Concerto No 1 - Andantino
13. Sleeping Beauty - Waltz
14. Marche Slave

Tracklist CD 2
01. 1812 Overture, Op.49 (Conclusion)
02. The Nutcracker - Dance Of The Reed Pipes (Mirlitons)
03. Violin Concerto In D Major - Allegro Moderato
04. Symphony No. 5 In E Minor - Andante Cantabile
05. The Nutcracker - Overture
06. The Nutcracker - Dance Of The Sugar Plum Fairy
07. Serenade For Strings - Waltz
08. String Quartet No. 1 - Andante Cantabile
09. Eugene Onegin - Letter Scene
10. Eugene Onegin - Polonaise
11. Capriccio Italien
12. Symphony No. 4 - Scherzo
13. None But The Lonely Heart
14. The Lord's Prayer (Otche Nash)
15. Valse Sentimentale
16. The Nutcracker - Waltz Of The Flowers

4 comentários:

Zoltrix disse...

Fantastico Mara, ele foi o primeiro compositor classico que gostei, Concerto nº 1 em Si bemol menor.

Игорь disse...

Olá Mara

Andei sumido .

Esta composição foi a primeira música clássica que ouvi . Com direito à aulinha no colo do papai ;)

Boa lembrança!

Um beijo .

vale a pena disse...

oi MAra: Descobri o seu blog por aaso e fiquei entusiasmada com ele. Meus parabnes pelo trabalho! Eu tabem adoro música clássica e tenho um blog sobre tal.
http://resumodaoopera.blogspot.com
Quem sabe vc me visita também?
Leda

mara* disse...

Oi Leda, seja bem-vinda. Irei visitá-la. Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...