steppenwolf

steppenwolfIntérprete de um dos maiores hinos do rock'n'roll, dos motociclistas de todo o mundo, ‘Born to be Wild’, que foi usada como tema do filme cult ‘Easy Rider’ de 1969, escrito por Peter Fonda e dirigido por Dennis Hopper e Terry Southern, ‘Steppenwolf’ é uma banda de rock formada em 1967 pelo guitarrista e vocalista John Kay. A frase, ‘Heavy Metal Thunder’, contida no segundo verso da letra do clássico, serviria mais tarde para denominar o estilo heavy metal. A mesma canção é considerada por muitos críticos a primeira canção heavy metal de todos os tempos. Alguns integrantes eram de descendência alemã, e o nome da banda foi inspirado na obra ‘Der Steppenwolf’ de Herman Hesse. Aos quatro anos de idade, Joachim Fritz Krauledat (John Kay) depois de ter escapado com a mãe da Prússia, fugiu da Alemanha Oriental para a Alemanha Ocidental, episódio que cantou nas canções ‘Renegade’ e ‘The Wall’, e estabeleceu-se com a família em Hanôver. Foi acolhido pelas Forças Armadas e lá começou a trabalhar numa rádio amadora, sendo bastante influenciado por Little Richard e Chuck Berry. Depois de se mudar para Toronto, no Canadá, em 1958, Kay ficou ainda mais fascinado pelo rock & roll. Após sair do colegial, começou a tocar blues acústico em cafeterias e bares da região.

Em 1964 conheceu e se uniu à banda canadense ‘The Sparrow’, enquanto tocava na ‘Toronto Yorkville Village’. Viajando em turnês de Toronto para New York e depois para São Francisco, o grupo foi inserido no cenário musical da região. Depois de várias tentativas fracassadas de lançar um disco a banda se separou em 1967. No mesmo ano, em Los Angeles, John Kay criou a ‘Steppenwolf’ com os norte-americanos Michael Monarch na guitarra, Goldy McJohn nos teclados e os canadenses Rushton Moreve no baixo e Jerry Edmonton na bateria. A banda assinou contrato com uma incipiente gravadora e lançou o seu álbum de estréia, publicado em 1968. O álbum teve um sucesso considerável, com ‘Born to Be Wild’, escrita pelo guitarrista do ‘The Sparrow’, Dennis Edmonton, e seu irmão baterista Jerry, tornando-se um dos hits mais reconhecíveis e duradouros do rock de todos os tempos. Antes de gravar o primeiro disco, John Morgan substitui Rushton Moreve no comando do baixo.

john kayO sucesso continuou com músicas como ‘Magic Carpet Ride’ e ‘Rock Me’. Para muitos fãs, o álbum duplo ‘Steppenwolf Live’ é o melhor da banda, por criticar a política dos EUA da era Nixon. Aproveitando o sucesso instantâneo, a banda também abordou assuntos como drogas e preconceito racial. Com mais uma mudança na formação, desta vez com Larry Byrom assumindo a guitarra e o alemão Nick St. Nicholas no baixo lançaram outro álbum de sucesso nos Estados Unidos, mas as constantes mudanças de seus integrantes minaram a estabilidade da banda. Em 1972, Kay decidiu dissolver o grupo, lançando seu primeiro álbum solo. Em 1979, Kay percebeu que vários grupos estavam usando o nome ‘Steppenwolf’ colocando em risco a reputação da banda original criada por ele e decidiu agir, e formou uma nova versão da banda, ‘John Kay and Steppenwolf ‘ com quem gravou quatro álbuns, mas não com a mesma força de antes.

Kay deixou a banda novamente que passou a ser conduzida pelo guitarrista Danny Johnson e em 1994 retornou com o ‘Steppenwolf' para tocar em concertos na antiga Alemanha Oriental onde ele se reencontrou com os amigos e parentes que não via desde os quatro anos de idade. E nessa oportunidade aproveitou para lançar a sua autobiografia intitulada ‘Magic Carpet Ride’. Kay foi introduzido pela Academia Canadense de Artes Gravadoras e Ciências no ‘Hall Of Fame’ em 1996. Com um fã-clube ativo e realizando anualmente o ‘Wolf Festival’, a banda continua tocando e se apresentando, porém não mais com a magia do final da década de 60.

steppenwolf - the pusher


Steppenwolf - Born to be wild - A Retrospective 1966-1990

Born to be wild: A Retrospective 1966-1990 (1991)
CD 1    CD 2

Tracklist CD 1
01. Twisted (by The Sparrow) 02. Good Morning Little Schoolgirl (by The Sparrow) 03. Sookie Sookie 04. Everybody's Next One 05. Born To Be Wild 06. Your Wall's Too High 07. Desperation 08. The Pusher 09. The Ostrich 10. Don't Step On The Grass, Sam 11. Magic Carpet Ride 12. Rock Me 13. Jupiter's Child 14. It's Never Too Late 15. Monster/Suicide/America 16. Move Over 17. Hey Lawdy Mama

Tracklist CD 2
01. Snowblind Friend 02. Who Needs Ya 03. Screaming Night Hog 04. For Ladies Only (edit) 05. Tenderness 06. Ride With Me 07. I'm Movin' On (by John Kay) 08. My Sportin' Life (by John Kay) 09. Children Of The Night 10. Straight Shootin' Woman 11. Caroline 12. Live Your Life (by John Kay) 13. Ain't Nothing Like It Used To Be 14. Born To Be Wild (live) 15. Rock 'N' Roll Rebels 16. Give Me News I Can Use 17. The Wall

2 comentários:

gentil carioca disse...

Você acredita que eu tive um cachorro chamado Steppen? Não por minha vontade (à época eu só ouvia suas músicas "ao fundo", tipo sound track), mas pela do meu irmão, bem mais velho, que ouvia direto.
Depois, chegou o Wolf, mas teve vida curta lá em casa e foi para uma fazenda.
Engraçado lembrar deles agora, nesse momento do ano em que sempre me confronto com lembranças da infãncia, papai noel, família reunida, essas coisas...

Игорь disse...

Não conhecia a história deles .

Fascinante .

beijos !!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...