creedence clearwater revival

creedence clearwater revivalO embrião do quarteto ‘Creedence Clearwater Revival’, de El Cerrito, Califórnia, ativo entre 1967 e 1972, e um dos maiores representantes do country-rock americano em sua história, foi fundado em 1959, pelos irmãos John (guitarra e voz) e Tom Fogerty (guitarra) junto com os amigos Stu Cook (baixo) e Douglas Clifford (bateria). Inicialmente, o grupo atendia por ‘Blue Velvet’. Em 1966, ainda anônimo, passou a se chamar ‘The Golliwogs’. Logo em seguida, firmou contrato com a gravadora onde John trabalhava, e gravou dois singles bem-sucedidos com covers de músicas dos anos 50. Apesar do relativo êxito, o quarteto quase foi desfeito por causa das entradas de John Fogerty no exército e de Tom Clifford na Guarda da Reserva da Costa Americana, mas por razões médicas, ambos foram rapidamente dispensados e voltaram a tocar. No ano de 1967, a banda assumiu seu nome definitivo cuja denominação é uma junção do nome Credence Nuball, amigo de Tom Forgety, com 'Clearwater', relacionado à natureza e a um comercial de cerveja popular na época, e 'Revival', colocado em alusão ao quase fim da banda por causa dos acontecimentos citados. Com as mudanças, o grupo pôs-se a compor e a tocar nas casas de shows dos bairros onde moravam, levando os integrantes a deixarem seus empregos convencionais em prol da música.

Em 1968, lançaram o álbum de estréia, que atingiu o topo das paradas em virtude da alta veiculação dos singles 'Suzie Q' e 'I Put A Spell On You'. Em 1969, lançaram mais três álbuns, que foram responsáveis por levá-los ao estrelato. No mesmo ano fizeram uma apresentação morna em Woodstock, subiram ao palco no horário em que a maioria do público estava dormindo em razão dos atrasos no cronograma do evento. Em 1971, após gravar mais dois discos, o ‘Creedence Clearwater Revival’ tornou-se a primeira banda a superar os 'Beatles' como grupo de rock mais popular.

creedence clearwater revival

Stu Cook, Tom Fogerty, Doug Clifford e John Fogerty

Seu maior hit de todos os tempos, 'Have You Ever Seen The Rain', é uma das músicas mais coverizadas até hoje e é uma daquelas canções que marcaram o gosto pela música pop. O tema fala de chuva a cair num dia de sol, e metaforicamente de alguma coisa que pode correr mal quando tudo parece estar bem. Quase acústica e com um fio de órgão que acompanha a voz única de John Fogerty, é uma canção de rara felicidade musical e está certamente entre as dez mais de toda a música pop. Neste mesmo ano, Tom Forgety decidiu abandonar o barco, partindo para uma insípida carreira solo. No ano seguinte, Cook, Clifford e John Forgety ainda gravaram mais um disco, o controverso 'Mardi Gras', antes de encerrarem as atividades. Mesmo após o fim do Creedence, seu repertório serviu de base para as turnês solo de John Fogerty. Todos os membros da banda participaram das gravações do álbum 'Zephyr National' de Tom Fogerty lançado em 1974. Nos anos 90, Creedence chegou a embalar a banda-tributo 'Creedence Clearwater Revisited', fundada por Cook e Clifford e cujo nome foi motivo de briga judicial. Neste mesmo ano, Tom Fogerty morreu vítima de problemas respiratórios. A fusão de rock and roll, country e blues ainda atrai fãs de todas as idades espalhados pelo mundo.

Chronicle Vol 1    Chronicle Vol 2

Chronicle (1976)    |    Chronicle Volume Two (1986)

Tracklist: Chronicle
01. Susie Q 02. I Put A Spell On You 03. Proud Mary 04. Bad Moon Rising 05. Lodi 06. Green River 07. Commotion 08. Down On The Corner 09. Fortunate Son 10. Travelin' Band 11. Who'll Stop The Rain 12. Up Around The Bend 13. Run Through The Jungle 14. Lookin' Out My Back Door 15. Long As I Can See The Light 16. I Heard It Through The Grapevine 17. Have You Ever Seen The Rain? 18. Hey Tonight 19. Sweet Hitch-Hiker 20. Someday Never Comes

Tracklist: Chronicle Volume Two
01. Walk On The Water 02. Susie Q 03. Born On The Bayou 04. Good Golly Miss Molly 05. Tombstone Shadow 06. Wrote A Song For Everyone 07. The Night Time Is The Right Time 08. Cotton Fields 09. It Came Out Of The Sky 10. Don't Look Now 11. The Midnight Special 12. Before You Accuse Me 13. My Baby Left Me 14. Pagan Baby 15. (Wish I Could) Hideaway 16. It's Just A Thought 17. Molina 18. Born To Move 19. Lookin' For A Reason 3 20. Hello Mary Lou

creedence clearwater revival - run through the jungle



7 comentários:

Pen Drive disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Pen Drive, I hope you enjoy. The address is http://pen-drive-brasil.blogspot.com. A hug.

Diego Matias disse...

Eu como um grande fã do Creedence, vim comentar e elogiar o seu post! Parabéns!!! Já assinei o seu feed!

Diego Matias
www.revistamusica.net

Tiago Matias disse...

Creedence!!! Show de bola! Ouço essa banda desde os 13 anos e não há nada que me faça parar de ouvir!!!

requeri disse...

sou completamente apaixonada, vidrada, eletrizada pelo john fogerty que é a voz e a guitarra do creedence. sinto dizer mas, creedence não existe sem ele. fazer o quê??? meu sonho rockeiro é embalado por aquela voz e guitarra, inconfundíveis, desde o princípio dos tempos ... quando a bíblia ainda ensaiava os primeiros passos sobre quem seria o precursor do plano divino regido pela frase: o verbo era d'us e o verbo se fez carne ... daí, ele nasceu, aprendeu a tocar guitarra ... o resto vc conhece ... rs ...

beijão.

mara* disse...

que bom que eles existiram! me entristece muito saber o que a maioria dos jovens ouve. no curso que faço, alguns passam o tempo todo com o fone de ouvido enterrado nas parabólicas. noutro dia, um deles, a cyntia, me abordou e disse: gravei uma música especialmente para a senhora ouvir hoje. curiosa, ajeitei o fone no meu ouvido e para meu espanto fui 'brindada' com um hino evangélico...atéia que sou, dei uma sonora gargalhada e perguntei a ela se não tinha música de verdade para eu ouvir, toda nervosa, cyntia sintonizou uma outra...rápido como um raio viajei do templo evangélico para alguma ala do extinto carandirú...dei um sorriso maroto e perguntei se não tinha um blues, jazz, pink floyd, deep purple, iron maiden, black sabbath, creedence etc, etc, etc...pela sua expressão, vi que não entendeu nada. pelo menos ela gosta do mesmo instrumento que eu: saxofone...sugeri então que ela baixase e ouvisse a música us and them do pink floyd, tomara que o faça, será o primeiro passo fora da mediocridade...

Joel Silva disse...

Sempre achei vc. muito eclética musicalmente, isso mostrava que vc. tinha a mente aberta, então não é surpresa saber que vc é ateia assim como eu. Estou aproveitando os links corrigidos para rever algumas coisas que deixei passar batido, o CCR foi uma das minha bandas preferidas na adolescência, brigadooooo, bjus,:)

mara* disse...

Joel, que bom tê-lo por aqui novamente. Parece que somos mais tolerantes também. Baixe rapidinho, não sei até quando nos permitirão continuar. Bjus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...